Fonte: OpenWeather

    Projeto


    Projeto Transformar gera economia ao Governo do Amazonas de R$ 178 mil

    Realizado pela Seap, Sead e Cetam, curso de instalação e manutenção de equipamentos de refrigeração do projeto teve 19 participantes

    | Foto: Gabriel Retondano/Sead

    Manaus - O projeto Transformar, parceria entre as secretarias de Estado de Administração e Gestão (Sead) e de Administração Penitenciária (Seap) e o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), certificou, na quinta-feira (29/10), os concluintes do projeto, que ensina uma nova profissão aos apenados do regime semiaberto.

    Ao todo, os 19 participantes recuperaram 81 aparelhos de refrigeração, com estimativa de economia para os cofres do Governo do Amazonas de cerca de R$ 178 mil.

    Devido à pandemia de Covid-19, a programação de 2020 do projeto foi retomada em 17 de agosto e finalizada em 13 de outubro.

    O Transformar traz economia ao Governo do Amazonas na medida em que, por meio da iniciativa, equipamentos que seriam descartados e se transformariam em bens inservíveis, posteriormente indo para alienação, são recuperados pelos apenados

    Nesta edição do Transformar, foram recuperados e deixados prontos para uso 81 aparelhos. O curso, de 160 horas, tem por foco a qualificação técnica em instalação e manutenção de equipamentos de refrigeração – bebedouros, aparelhos condicionadores de ar e freezers.

    Com o certificado de qualificação, os apenados que concluíram o curso poderão explorar a qualificação técnica.

    “O projeto Transformar é mais abrangente que retirar bens móveis inservíveis do armazenamento. É reintegrar e capacitar, contribuindo para a economia dos gastos públicos, evitando novas compras, e reduzindo os impactos ambientais quando não descartamos os bens. Porém, o fator principal é realmente transformar a realidade dos participantes do projeto, oportunizando o aprendizado e a inserção no mercado de trabalho”, disse a titular da Sead, Inês Carolina Simonetti.

    Inês Carolina ressalta ainda que a principal contribuição da parceria com a Seap e com o Cetam é a social. “São vidas resgatadas. Os alunos passam a ter uma nova oportunidade de vida, de mudar condutas. Os apenados aprendem uma profissão e poderão ganhar o seu sustento e o de sua família”, afirmou. 

    Um dos concluintes da qualificação, Caio Rodrigues disse que o projeto Transformar tem um diferencial. “Já tive um curso técnico em uma unidade pública. No Transformar temos acesso a muito mais materiais para aprender a parte prática”, disse o albergado.

    “Para participar do projeto Transformar, os apenados precisam, primeiro, mostrar interesse. A partir daí, nós vamos avaliar alguns pré-requisitos como o bom comportamento quando estiveram dentro das unidades prisionais e se participavam de algum projeto de estudo ou trabalho. Esse curso é oferecido ao público do aberto e semiaberto duas vezes ao ano. Porém, devido à pandemia só conseguimos realizar um, e hoje estamos finalizando com esses 19 apenados”, declarou a chefe do Departamento de Reintegração Social e Capacitação (Deresc) da Seap, Keyla Prado. 

    O instrutor do Cetam, José Orlando Freire, agradeceu pela oportunidade e ressaltou que as três instituições estão oportunizando mudança de vida.

    “Estão devolvendo sonhos. É um olhar que demonstra que vale a pena estudar e se qualificar. É momento de pensar no futuro”, declarou Freire. 

    Transformar

    O projeto, criado em 2018, utiliza boas práticas da logística reversa e visa o desenvolvimento sustentável através de parcerias colaborativas entre órgãos da administração.

    É oferecida qualificação técnica a apenados do sistema carcerário, e o novo ofício auxilia a reintegração social. Bens móveis públicos são recuperados e reutilizados, reduzindo o gasto público e prolongando a vida útil dos mesmos, diminuindo o impacto ambiental.

    Em 2019, o Transformar trouxe uma economia de mais de R$ 317 mil para o Governo do Amazonas, por meio da recuperação de 201 equipamentos.

    *Com informações da assessoria

    Veja mais:

    Cetam busca ações para reduzir índices de desemprego

    Comunidade indígena da zona Leste de Manaus recebe curso do Cetam

    Cetam abre inscrições para cursos gratuitos à distância

    Comentários