Fonte: OpenWeather

    Indústria


    INDT promove novas oportunidades de negócio ao Polo Industrial

    Instituto traz nova perspectiva de negócio com foco em oportunidades e novos investimentos na Indústria 4.0

     

    O INDT amplia sua oferta de tecnologias e serviços, abrindo novas áreas de atuação
    O INDT amplia sua oferta de tecnologias e serviços, abrindo novas áreas de atuação | Foto: Divulgação

    Manaus - A pandemia acelerou o processo de transformação digital de muitas empresas no ano de 2020. Influenciada pelas novas tecnologias, essa mudança facilitou não só os processos de trabalho, como também otimizou o tempo dos profissionais. Caminhando nessa direção, o Instituto de Desenvolvimento Tecnológico (INDT), que já atua há mais de 19 anos como instituição de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I), amplia sua oferta de tecnologias e serviços, abrindo novas áreas de atuação.

    Combinando diferentes tendências tecnológicas como Inteligência Artificial, Big Data e IoT, entre diversas outras expertises, o Instituto passará a atender o mercado de startups e investidores por meio de plataformas exclusivas para o desenvolvimento de projetos. Além de funcionar como um hub tecnológico para a indústria 4.0, o INDT também passará a atuar em uma nova frente de serviços de automação de marketing, outsourcing e segurança de dados.

    O papel do Instituto, que conta com 150 profissionais, laboratórios de ensaios técnicos com infraestrutura única na América Latina, e mais de 1 bilhão em projetos investidos, continua sendo essencial como principal Instituição de Pesquisa Científica e Tecnológica (ICT), no fomento e execução de projetos por meio da Lei de Informática. Como unidade credenciada EMBRAPII, o INDT trouxe mudanças socioeconômicas relevantes e colocou em destaque o Polo Industrial de Manaus (PIM) e ecossistema de inovação e tecnologia da Zona Franca de Manaus (ZFM), oferecendo diversas opções de linhas de incentivo para empresas que buscam o desenvolvimento do seu negócio.

    Para direcionar esta transformação, o Instituto reforça seu time de executivos, com os recém contratados André Santana, que ocupa a posição de COO, e Rafael Dubiela como novo CTO do INDT. Para compor o time, o executivo Clocy Bonetti passa a atuar como CFO após 13 anos de casa.

    Para o executivo André Santana, a transformação digital já tomou conta do cenário industrial e é a partir dela que temos alterações consideráveis tanto no modelo de negócio como na cultura organizacional da empresa. O diretor, que possui mais de 30 anos de experiência de mercado, tem como objetivo o alinhamento de propósitos, aquisição de novos talentos e engajamento das ações de negócio e projetos do INDT, reforçando o papel fundamental do instituto no fomento e desenvolvimento tecnológico regional.

      “O cenário atual mostra que inúmeras empresas precisam avaliar, planejar e reestruturar suas operações para a transformação digital. Por isso, o INDT terá um novo modelo de atuação: além de sermos um instituto tecnológico, também atuaremos diretamente no planejamento estratégico de empresas, melhorando práticas e tendências de mercado", afirma Santana.

    Investimento em inovação

    Investindo cada vez mais em Pesquisa e Desenvolvimento, o novo diretor de tecnologia, Rafael Dubiela - Doutor em Design Gráfico pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), comenta que pretende fortalecer e criar uma cultura de inovação, atuando diretamente na promoção do time de desenvolvimento com foco no Design Thinking e na ampliação de soluções de tecnologia para o mercado consumidor. 

    “Sabemos que 2020 foi um ano difícil e, por isso, pretendemos atuar efetivamente no processo de transformação do INDT. A proposta é fazer com que 2021 seja um ano de grande aumento, um ano de diferenciação completa e com foco em resultados positivos. O INDT tem um histórico de anos anteriores que foram de grande conhecimento e evolução e, queremos resgatar esse momento com uma nova visão", salienta Dubiela.

    Para completar o time executivo, Clocy Bonetti que possui mais de 20 anos de experiência na área contábil, fiscal e financeira, ficará à frente do Compliance Financeiro com foco no aumento e diversificação de receitas. Bonetti acredita que o papel do CFO na transformação digital é importante para planejar e assegurar maneiras de mudar de forma rápida e estruturada.

    “O mercado de tecnologia é muito vasto e proporciona ganhos elevados de forma rápida para quem consegue fazer essa transição com agilidade e expertise. Como CFO, pretendo utilizar minha experiência em ICT’s para transformar e contribuir para uma visão de futuro e sustentabilidade da Instituição", elucida Bonetti.

    Os novos diretores atuarão no planejamento de ações estratégicas para alavancar não apenas o Instituto mas o fomento tecnológico e desenvolvimento de toda a Região Norte. Geraldo Feitoza, Diretor Executivo do INDT, enfatiza a importância da inovação para criar um ecossistema ainda mais forte e sustentável.

    “A transformação digital é o futuro das empresas. Em constante inovação, o INDT já vinha trabalhando nessa nova realidade, principalmente na reestruturação dos nossos processos organizacionais. Junto ao novo time executivo, poderemos não só gerar entregas de valor ao mercado, mas principalmente, promover o cenário tecnológico da região Amazônica", finaliza Feitoza.

    *Com informações da assessoria

    Veja mais:

    Suframa promove I Encontro de Empreendedorismo e Inovação da Amazônia

    Empresas vem desenvolvendo soluções de Inteligência para reduzir custo

    Webinar mostra processo de transição de empresas para a Indústria 4.0

    Comentários