Fonte: OpenWeather

    Amazônia


    Projeto incentiva empreendedorismo em comunidades indígenas do AM

    Coordenado pela Fundação Amazônia Sustentável, projeto Tarrafa apoiará o desenvolvimento de produtos e oferecerá cursos a quem mora no entorno de quatro comunidades locais

    O programa tem como base a educação empreendedora e tecnológica | Foto: Divulgação

    MANAUS - Os moradores de quatro comunidades indígenas e ribeirinhas no Amazonas passam a contar com incentivo para desenvolver cultura empreendedora e até startups. Parceria lança o programa Tarrafa - Educação Voltada ao Empreendedorismo, que ocorrerá ao longo de 2021 com atuação local de gestores para estimular o aprendizado sobre negócios, desde a criação até a gestão de projetos com vocação regional e adaptado para oferecer soluções às demandas regionais.

    O programa tem como base a educação empreendedora e tecnológica, repassando conteúdos sobre áreas como economia circular, negócios de impacto social e modelos de empreendimento inovadores e sustentável buscando apoiar o desenvolvimento de protótipos de produtos e serviços. A expectativa é de que sejam beneficiados cerca de 50 jovens e adultos, com idades entre 18 e 55 anos. Ao todo, o potencial é de impactar diretamente 200 pessoas, diante da possibilidade de evolução na situação econômica de cada uma das famílias envolvidas.

    Para detectar esse potencial, a primeira etapa do programa será realizada por consultores nas comunidades do entorno dos Núcleos de Conservação e Sustentabilidade Agnello Bittencourt, Assy Manana, Márcio Ayres e Professora Bertha Becker, gerando engajamento local para encontrar jovens com habilidades para gestão de negócios, apresentação de produtos e serviços, relacionamento com clientes e comercialização.

    "Tarrafa é o nome dado a uma rede de pesca local que aglomera peixes. O conceito do programa é exatamente mapear, unir e refinar ideias potenciais em cada um dos Núcleos de Conservação e Sustentabilidade, oferecendo conteúdo para que se inicie uma jornada empreendedora completa, até que se formem startups bem-estruturadas. É mais um movimento da Samsung para agir diretamente no sucesso de futuras gerações, como indica a nossa visão global de Responsabilidade Social: ‘Together for Tomorrow! Enabling People’", afirma Isabel Costa, Gerente de Cidadania Corporativa da Samsung Brasil.

    "Acreditamos numa educação que faça sentido para os jovens, por isso idealizamos o Tarrafa, que agora se torna realidade. Por meio desse projeto, buscamos incentivar o potencial desses jovens na busca de soluções para seus problemas locais, superando desafios e sendo agentes de mudança, construindo e compartilhando conhecimentos, desenvolvendo a criatividade, o espírito empreendedor e transformando sua realidade", diz Anderson Mattos, Gerente do Programa de Educação para a Sustentabilidade da FAS.

    O Tarrafa é mais um projeto de uma longa parceria da Samsung com a Fundação Amazônia Sustentável. Em 2010, a empresa começou sua trajetória de iniciativas de responsabilidade social corporativa no Brasil exatamente ao apoiar o Programa de Educação para a Sustentabilidade da fundação, construindo a Escola Estadual Samsung Amazonas dentro da comunidade indígena Três Unidos, em Manaus.

    Desde então, são desenvolvidas diversas ações voltadas para fortalecer e melhorar a educação local e estimular o desenvolvimento econômico e a conservação ambiental, atingindo cerca de 700 crianças e adolescentes ribeirinhos e indígenas. Entre os projetos, destacam-se o Repórteres da Floresta, que ensina jovens a usar e produzir material de mídia, o Intercâmbio de Saberes, no qual estudantes e professores de unidades de conservação trocam experiências em idas até Manaus, e as Práticas Agroecológicas, que reúne saberes tradicionais e técnico-científicos da agricultura sustentável, com foco no cultivo de alimentos que servem às escolas e comunidades indígenas e ribeirinhas.

    *Com informações da assessoria

    Leia Mais

    Aumento de CO2 na Amazônia pode ter impacto maior que desmatamento

    Comentários