Fonte: OpenWeather

    Recuperação


    No PIM, crescimento de 59,91% no faturamento deixa indústria otimista

    Faturamento nos primeiros cinco meses de 2021 foi 59,91% acima do mesmo período em 2020

     

    Em dólar, 2021 teve faturamento de US$ 8.74 bilhões de janeiro a maio
    Em dólar, 2021 teve faturamento de US$ 8.74 bilhões de janeiro a maio | Foto: Reprodução da Internet

    Manaus - O Polo Industrial de Manaus (PIM) tem apresentado resultados positivos, mostrando recuperação da economia e deixando a indústria confiante. De janeiro a maio de 2021, o faturamento foi de R$ 48,21 bilhões, saldo 59,91% acima do mesmo período em 2020, cujo valor somado foi de R$ 30,15 bilhões. Em 2019, ano pré-pandemia, essa soma nos primeiros cinco meses chegou a R$ 40,82 bilhões.

    Em dólar, 2021 teve faturamento de US$ 8.74 bilhões de janeiro a maio, enquanto 2020 chegou a US$ 6.39 bilhões no mesmo período. O resultado atual, no entanto, ainda está abaixo do apresentado em 2019, quando a soma foi de US$ 10.63 bilhões. Os dados são dos Indicadores de Desempenho do PIM, divulgados pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

    Melhores resultados

      Os segmentos com maior número foram os de Eletroeletrônico, com R$ 10,55 bilhões, e alta de 39,01%. O de Bens de Informática do Polo Eletroeletrônico, com R$ 13,04 bilhões, apresentou crescimento de 96,33%. Os dois são responsáveis por quase metade do resultado total do PIM.  

    Outros setores se destacaram na avaliação. O Termoplástico teve faturamento de R$ 4,44 bilhões e alta de 89,20%; Metalúrgico, de R$ 4,32 bilhão e crescimento de 52,07%; Químico, de R$ 4,07 bilhões e crescimento de 54,97%; e Mecânico, R$ 3,37 bilhões e crescimento de 81,41%. 

      As exportações também apresentaram bom resultado comparado ao ano passado, quando as vendas totalizaram US$ 115.24 milhões nos quatro primeiros meses. Em 2021, esse número foi de US$ 139.39 milhões, o que demonstra um aumento de 20,95%.  

    Crescimento da produção

    Entre os principais produtos fabricados nos quatro primeiros meses de 2021, o destaque foi para os tablets, com 552.885 unidades fabricadas (e crescimento de 245,96%). Há ainda os microcomputadores portáteis, com 267.805 unidades (e alta de 69,56%); os microcomputadores desktop, com 25.187 unidades (e ascensão de 79,13%). Telefones celulares também apresentaram bom desempenho, com 4.479.414 unidades produzidas e crescimento de 34,98%.

      Outro segmento que tem demonstrado recuperação gradativa é o de Duas Rodas. Entre motocicletas, motonetas e ciclomotores foram produzidas 363.348 unidades, o que mostra um aumento de 20,70%. Já em bicicletas, foram fabricadas 223.526 unidades, com uma alta de 24,15%. A estimativa é que sejam produzidas ainda 1.060.000 de motocicletas até o final de 2021.  

    Empregos

    O PIM registrou no mês de abril 100.560 trabalhadores, entre efetivos, temporários e terceirizados, o que representa um aumento de 11,73% postos de trabalho em comparação a abril de 2020 (90.006 trabalhadores).

    Otimismo na indústria

    O presidente do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam), Wilson Périco, vê o resultado com otimismo, além de ter expectativas para o segundo semestre com o andamento da campanha de vacinação contra a Covid-19 no Amazonas.

    "

    O Polo Industrial já gerou mais de 100 mil empregos. Com o avanço da vacinação e a economia retomando, a tendência é que se normalizem os atos de lazer e consumo das pessoas, e isso certamente vai refletir nas linhas de produção, então o otimismo é grande sim "

    Wilson Périco, presidente do Cieam

     

    De igual modo, o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Antônio Silva, acredita que a retomada da principal matriz econômica do Amazonas está associada à vacinação e ainda prevê resultados maiores no segundo semestre deste ano. 

    "

    Os números de 2021 apresentam variação positiva em relação ao mesmo período de 2020, em especial no respeitante à mão de obra e faturamento. A produção de motocicletas, por exemplo, teve alta de 45% no primeiro semestre, melhor resultado desde 2015. A vacinação com certeza tem relação direta com o recrudescimento da produção no Polo Industrial de Manaus. Se mantido o atual ritmo, devemos ter um segundo semestre com números revigorantes após quase um ano e meio de intensa retração da atividade econômica "

    Antônio Silva, presidente da Fieam

     

    Leia mais:

    Polo Industrial cresce 59,91% nos quatro primeiros meses de 2021

    CAS libera investimento de quase R$ 2,6 bilhões para o PIM

    Com indústria 4.0, produtividade do PIM pode crescer mais de 200%


    Comentários