Fonte: OpenWeather

    Setembro amarelo


    Suicídios já são principal causa de morte de mulheres em casa

    Conforme dados do Ministério da Saúde, os suicídios responderam, em 2017, por 32% das mortes por fatores externos de mulheres em casa.

    Acidentes e assassinatos não são mais a principais causas de morte entre as mulheres dentro de casa no Brasil. Agora são os suicídios que lideram, com 4,3 casos registrados em média por dia em lares brasileiros.

    Conforme dados  do Ministério da Saúde, os suicídios responderam, em 2017, por 32% das mortes por fatores externos de mulheres em casa. Em 2000, esse percentual era de 22%, e representava a terceira causa de morte no ranking.

    Importante lembrar que o suicídio entre mulheres ainda tem taxas bem inferiores à do sexo masculino no Brasil.

    Em 2017, por exemplo, 9.826 homens se mataram, contra 2.664 casos do sexo feminino. Entretanto, entre elas, a taxa cresce mais rápido: de 2000 a 2017, entre eles houve um aumento de 82% dos casos, enquanto entre mulheres essa alta foi de 92%.

    Aumento crescente

    Se a taxa de suicídios entre as brasileiras cresceu nos últimos anos, considerando apenas os suicídios cometidos em casa esse índice mais que dobrou: entre 2000 e 2017 a alta foi de em 112%.

    Não só o percentual cresceu, como mudou o ranking de causa-morte feminina nos lares. Em 2000, os assassinatos eram a maior causa de mortes entre mulheres dentro de casa, com 1.004 casos no ano. Em segundo, as 904 mortes por lesões acidentais. Já o suicídio ficou na terceira posição, com 718 casos.

    Lesões acidentais

    Em 2013, pela primeira vez, os suicídios passaram as mortes por lesões acidentais, mas ainda ficaram atrás dos homicídios. Mas em 2015 que, pela primeira vez, os suicídios tomaram a ponta -e se mantêm.

    Em 2017, último ano de dados disponíveis do Ministério da Saúde, foram 1.589 mortes por lesões autoprovocadas, à frente dos 1.383 assassinatos e dos 1.340 acidentes. No mesmo ano, houve 28.577 mortes de mulheres por causas externas, 4.896 delas dentro de casa.

    Uma pesquisa do Centro Nacional de Estatísticas de Saúde do governo americano afirmou que os suicídios aumentaram duas vezes mais rápido entre elas do que entre eles desde 2010, e apontou as rotinas femininas modernas como um dos fatores.

    Leis mais:

    Entre elas: Seção de conteúdo para Mulheres do Portal EM TEMPO.




    Comentários