Fonte: OpenWeather

    Entre Elas


    Menstruação: é possível programar quando estarei naqueles dias?

    Especialista dá dicas para aprender a controlar o ciclo e aproveitar as viagens e as férias

    Para evitar a menstruação é o uso da pílula anticoncepcional | Foto: Divulgação

    Não há nada pior do que marcar uma viagem com os amigos e ser surpreendida com a chegada de um novo ciclo menstrual. Principalmente se a viagem envolve praia ou atividades mais intensas, como trilhas e esportes radicais. Pensando nisso, foi desenvolvida a contracepção estendida, uma prática segura feita com o acompanhamento de um profissional e que está ganhando cada vez mais adeptas.

    Com os tratamentos existentes atualmente, já é possível programar a menstruação por meio do método de contracepção estendida planejada, para com isso aproveitar muito mais a sua viagem, com os benefícios de poder participar das atividades mais intensas sem os desconfortos causados pela menstruação.

    As vantagens do uso estendido planejado

    Segundo a Dra. Eliana Aguiar Petri Nahas, Membro/Secretária da Comissão Nacional de Climatério da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia, uma das principais razões para a escolha do regime estendido é a intenção de decidir quando realizar o período de privação/sangramento (50% das mulheres). De modo geral, 34% das mulheres optaram pelo regime estendido por razões relacionadas à qualidade de vida.

    O método mais utilizado para evitar a menstruação é o uso da pílula anticoncepcional ininterruptamente durante todos os dias do mês por até 120 dias e essa escolha deve ser feita em conjunto entre a mulher e o ginecologista. É preciso considerar as condições da saúde da paciente e o seu estilo de vida para que ele possa fazer a indicação do medicamento mais adequado, para que tudo seja feito em segurança.

    Programar a menstruação por meio do uso de pílulas no regime estendido planejado é prejudicial à saúde da mulher

    Estudos recentes mostram que o uso da contracepção estendida não traz riscos diferentes daqueles observados com o uso de pílulas no regime convencional com pausa mensal, desde que esteja alinhado com um ginecologista.

    A menstruação faz parte da vida da mulher e por isso ela tem que menstruar mensalmente A menstruação faz parte da vida da mulher. Mas para algumas, a repetição e a frequência do ciclo nos dias atuais podem ser um transtorno, causando diversos sintomas.

    *Com informações da assessoria 

    Comentários