Fonte: OpenWeather

    Sexualidade


    Sexo: saiba como ter orgasmos múltiplos

    O que são orgasmos múltiplos? Especialistas explicam como isso ocorre

    O orgasmo múltiplo é quando a mulher consegue ter prazer intenso e contínuo | Foto: Divulgação

    Manaus - Muitas mulheres de diversas idades não sabem ou nunca tiveram um orgasmo. Para falar de orgasmos múltiplos é necessário primeiramente entender o que é um orgasmo. O orgasmo é o momento em que a mulher alcança o ápice do prazer, seja em uma relação com outra pessoa ou sozinha. Há diversos tipos de orgasmos, dependendo de cada zona erógena do corpo: clitoriano (o mais comum), vaginal, anal, mamário, alguns mais raros acontecem sem estímulo, durante o sono ou exercícios físicos.

    Afinal, o que são orgasmos múltiplos?

    O orgasmo múltiplo é quando a mulher consegue ter prazer intenso e contínuo. Para que isso ocorra, é importante o estímulo antes do sexo e continuamente, aumentando o prazer da mulher cada vez mais. A mulher sente mais dificuldade para alcançar o orgasmo, seja ele múltiplo ou não, do que o homem. Neles, o orgasmo está ligado à ejaculação.

    Por meio de vídeos divulgados em seu Facebook, em abril deste ano, a ginecologista especialista em sexualidade, Dra. Thais Silotti, explica sobre o orgasmo. “O orgasmo é um evento sistêmico a nível de organismo como um todo, desde o sistema nervoso central. É uma liberação adrenérgica, como se fosse uma descarga adrenérgica, que faz com que esse homem tenha um relaxamento, toda uma questão orgânica corporal”.

    É muito importante entender que cada mulher tem sua individualidade e cada uma precisa conhecer seu próprio corpo, seus gostos e suas necessidades sexuais para que possa apresentar ao (a) parceiro (a) sexual e orientá-lo (a). A psicóloga Patrícia Carolina explica que diversos fatores emocionais também influenciam para que a mulher alcance o tão esperado orgasmo múltiplo.

    “Todas as mulheres têm a possibilidade de sentir um orgasmo múltiplo. O que tem que ser verificado é se ela está em um momento de alto estresse, pois isso impacta diretamente, se ela não tiver totalmente entregue, consequentemente ela vai sentir a falta de libido e essa demora em chegar a um orgasmo. Caso ela perceba que isso se perdura por muito tempo é indicado começar uma terapia”, explica.

    O psicólogo Sebastião Nascimento, especialista em sexualidade, explica um pouco sobre como os diferentes tipos de relações que existem e influenciam para que a mulher possa usufruir de um orgasmo múltiplo.

    “Existe três tipos de relação: vínculo amoroso, compensatório e de conveniência. O relacionamento no vínculo amoroso teoricamente é o mais saudável, é o que é mais possível a mulher alcançar o orgasmo múltiplo, porque o foco está na pessoa e no interesse no que ela pode proporcionar. É aquele relacionamento que começou ‘do nada’, despertou olhares, fala, cheiro, beijo e começa a ter um apego. Desse apego passa-se a ter uma atenção maior com a pessoa, aos detalhes, até começar a ter um cuidado e despertar uma paixão. Dessa paixão parte para o 4º ato que é o sexo”, explica Sebastião.

    O vínculo compensatório já tem o foco contrário, no que a pessoa pode proporcionar ao outro. É uma relação onde ocorre um sentimento de obrigação, onde o parceiro não aceita o término do relacionamento, sendo um relacionamento de dependência. No vínculo de conveniência ocorre uma relação de interesse. Geralmente o foco é em ter uma família e a vida girar em torno dos filhos, deixando o relacionamento “morno”. 

    Como ter orgasmos múltiplos:

    1- Concentre-se primeiro no desejo

    2- Explore seu corpo

    3- Aposte nas preliminares

    4-Use lubrificante, se necessário

    5- Concentre-se nas sensações 

    6- Saiba o que funcionará para você novamente

    7- Pare de pensar no seu orgasmo ou no próximo

    Leia Mais

    Sexo: confira dicas que você deve fazer na cama

    Sexo de reconciliação é mais prazeroso? Especialistas explicam teorias

    Comentários