Fonte: OpenWeather

    Campeonato mundial de Jiu-Jitsu


    Amazonense vence campeonato mundial de Jiu-jitsu em São Paulo

    Samilly Alencar venceu na categoria verde extrapesadíssimo e deixou para trás adversárias com peso superior ao dela

    Samilly Alencar, de 15 anos, foi campeã na categoria verde extrapesadíssimo | Foto: Divulgação

    Manaus- O Amazonas alcançou o lugar mais alto do pódio no Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu Esportivo disputado entre os dias 5 e 8 de julho, realizado no Ginásio do Ibirapuera, neste fim de semana, CBJJE (Confederação Brasileira de Jiu-jítsu Esportivo, com a participação de vários países e estados brasileiros. 

    A atleta amazonense Samilly Alencar, de 15 anos, da cidade de Novo Airão, a 180 quilômetros de Manaus, sagrou-se campeã na categoria verde extrapesadíssimo e deixou para trás adversárias com peso superior ao dela.

    Pesando 80 kg, a amazonense disputou a medalha com duas adversárias que pesam acima de 90 kg. A lutadora conta que o torneio foi difícil e agradeceu o apoio do treinador que não mediu esforços para deixá-la pronta para o combate e conseguir os patrocínios necessários para custear a viagem.

    “Foi difícil desde o início, mas sempre acreditei que com os treinos certos poderíamos ser campeões. Estou maravilhada por ser campeã mundial de jiu-jitsu”, disse emocionada.

     Falta patrocínio, sobra força de vontade

    Além de adversárias difíceis, Samilly teve que enfrentar outro problema que assola muitos atletas amazonenses: a falta de patrocínio. O professor Márcio Cavalcante, que treina a lutadora, conta que mesmo quando os eventos são realizados em Manaus, a equipe passa por dificuldades para arcar com custos de locomoção.

    Samilly Alencar, de 15 anos, foi campeã na categoria verde extrapesadíssimo
    Samilly Alencar, de 15 anos, foi campeã na categoria verde extrapesadíssimo | Foto: Divulgação

    “É bastante difícil para nós do interior do Amazonas, em Novo Airão, sairmos para disputar um campeonato, mas sempre damos um jeito para competir. Para vir a São Paulo, contamos com a ajuda de vários patrocinadores amigos que nos ajudaram com o que tinham",  contou.

    O treinador exalta os resultados que tem obtido juntamente com Samilly e os demais atletas amazonenses de Jiu-jitsu. “Nós estamos muito felizes, pois sabemos que estamos trabalhando da forma correta, estamos trazendo resultados para o Amazonas e elevando o nome do município ao lugar mais alto do pódio” concluiu. 

    Leia Mais: 

    Jogadoras do Iranduba integram seleção brasileira para o Mundial Sub20

    2º Circuito de Aspirantes e Master em natação recebe 240 atletas no AM

    Manauara treina pesado no Careiro para competição internacional de MMA


    Comentários