Fonte: OpenWeather

    Made in Amazonas


    Talento da luta amazonense vai para Europa participar de intercâmbio

    Aos 12 anos, Felipe Lima largou tudo em Coari para perseguir o sonho de viver do esporte

    | Foto: Arquivo pessoal

    Manaus - Movido pelo sonho de se tornar um grande lutador e viver do esporte, mais um talento amazonense está de viagem marcada para a Europa. O coariense Felipe Lima, de 20 anos, viaja no dia 8 de fevereiro para passar um período de treinos durante dois a três meses na Suécia.

    O atleta já está invicto há seis lutas, tendo perdido apenas a primeira, mas retorna ao octógono nesta quarta-feira (4) pelo Amazon Talent, valendo o cinturão do peso galo (61kg). 

    Felipe é uma aposta de Sammy Dias, um dos organizadores de eventos de luta no Amazonas, que o recrutou ainda em sua cidade natal Coari, quando fazia viagens à cidade do Urucu, para ajudar no programa social Resgate Coari Team. Graças a esse projeto, Felipe conheceu o mundo das lutas e logo chamou a atenção de Sammy, que viabilizou a vinda do garoto, ainda com 12 anos, para a capital.

     “Ele largou tudo lá para correr atrás do sonho de um dia ser um José Aldo, um Jacaré. Garoto de família humilde, mas com muito futuro”, revela Dias. 

    Com apenas 17 anos, Felipe iniciou sua carreira oficialmente com a primeira luta, a qual acabaria perdendo. Mas a partir da segunda iniciou uma sequência de um total de seis lutas sem perder, mantendo a grande invencibilidade.  

    | Foto: Joandres Xavier

    Atualmente Felipe treina na academia SD System/Checkmat, na Praça 14 de Janeiro, e tem como ponto forte o boxe, apesar de saber um pouco de cada luta. Hoje mora com os irmãos e a mãe em Manaus. Ele ainda não vive da luta, mas contou que trabalha em uma clínica odontológica como recepcionista para ter uma renda. 

    “O sonho de qualquer lutador é chegar no UFC, mas meu maior sonho é poder viver do esporte. Poder lutar e ganhar meu dinheiro, sustentar minha família, comprar uma casa, comprar um carro”, declarou Lima.

    Direto para Europa

    Para chegar a Europa, Felipe disse que foi convidado pelo amigo Windsor Ramos, que mora nos Estados Unidos, para inicialmente o talento coariense iria, mas teve o visto negado. Apesar de experiência ainda não render ganho financeiro, Felipe enxerga como uma oportunidade. 

    “Para não perder tempo esperando o visto dos EUA, vou fazer esse intercâmbio na Europa, também com apoio do Windsor. Se pintar uma oportunidade boa, podemos até assinar contrato por lá, mas a prioridade é ficar treinando e tentar a sorte”, explicou. 

    Último desafio

    Nesta quarta-feira (5), Felipe terá pela frente um dos últimos desafios antes de viajar para a Suécia. Ele disputa o cinturão do peso galo (61kg) do Amazon Talent, que será disputado no centro de convenções Versalles, na rua Raimundo Nonato de Castro, bairro Ponta Negra.

    A luta está prevista para acontecer a partir das 21h30 e o evento se encerra às 23h. Com cobertura do Portal EmTempo

    | Foto: Arquivo pessoal

    Leia mais: 

    Lutador de MMA Taffarel Brasil emociona alunos de escola em Manaus

    Dos anjos perde para Usman e se afasta de disputa por título

    Atleta amazonense luta pelo cinturão dos meio médios do MMA no México

    Comentários