Fonte: OpenWeather

    Copa América


    Brasil sofre, mas consegue classificação nos pênaltis

    Seleção brasileira não consegue furar bloqueio paraguaio, mas conta com defesa de Alisson nas penalidades para chegar às semifinais da Copa América

    Gabriel Jesus converte pênalti e comemora classificação com Alisson
    Gabriel Jesus converte pênalti e comemora classificação com Alisson | Foto: Lucas Figueiredo/CBF

    Porto Alegre (RS) - O Brasil se classificou para a semifinal da Copa América ao vencer o Paraguai nos pênaltis por 4 a 3, na Arena do Grêmio, ontem (27). No tempo normal das quartas de final, o confronto terminou empatado sem gols, pois a equipe do técnico Tite esbarrou na forte marcação dos paraguaios. Apesar de ter ficado com um mais em campo no segundo tempo, com a expulsão de Balbuena, os brasileiros também acabaram parando no goleiro Gatito Fernandez.

    Na disputa dos pênaltis, brilhou a estrela do goleiro Alisson, que pegou a penalidade de Gustavo Gómez. Já Derlis González chutou para fora. Para o Brasil, converteram Willian, Marquinhos, Coutinho e Gabriel Jesus. Já Roberto Firmino desperdiçou sua oportunidade.

    Agora, o Brasil espera o vencedor do confronto entre Venezuela e Argentina, que se enfrentam nesta sexta-feira (28). O jogo da semifinal está marcado para o dia 2 de julho, terça, às 20h30, no Mineirão.

    O Jogo

    O selecionado canarinho tomou a iniciativa, enquanto os paraguaios se fecham na defesa e especulam jogadas de contra-ataque.

    A Seleção do Paraguai adotou uma marcação forte e o Brasil tem dificuldade de encontrar espaços na defesa. Quando sempre pegou na bola, o atacante Everton é ovacionado pela torcida. Os torcedores tentam incentivar os comandados de Tite. Com um adversário bem fechado, a seleção canarinho tentou através da bola aérea abrir o placar.

    O panorama no segundo tempo seguiu igual do primeiro com o Brasil tendo mais a iniciativa e o Paraguai com suas linhas recuadas. Por outro lado, o selecionado brasileiro tocou muito a bola de um lado para o outro e pouco arriscou chutes de fora da área.

    Só Brasil atacou nos últimos minutos. Aos 30, Marquinhos cruzou da direita, Firmino cabeceou e a bola passou à rente trave de Gatito. Aos 31, Willian faz boa jogada pela direita, acionou Coutinho, que tentou o chute, a bola sobrou para o Everton na esquerda, ele chutou com a perna direita e foi para fora.

    Nervosos em campo, os jogadores brasileiros erram jogadas simples. Aos 42, Coutinho cobrou falta da esquerda Alex Sandro desviou de cabeça e Gatito faz defesa sensacional. Aos 44, Willian tabelou com Firmino e chutou de canhota na meia-lua, e a bola bateu no pé da trave direita de Gatito.

    A torcida brasileira empurrou o time até nos acréscimos. Aos 50, Marquinhos arriscou de longe, a bola sobrou com Everton dentro da área, livre, ele chutou forte, mas teve desvio e foi para fora. Apesar de toda a pressão e com um a mais em campo, os brasileiros não conseguiram derrotar os paraguaios no tempo normal. Dessa forma a decisão da vaga foi nas penalidades. E o Brasil levou a melhor ao vencer por 4 a 3.

    Comentários