Fonte: OpenWeather

    norte-americanos


    EUA derrotam Jamaica por 3 a 1 e encaram México na final da Copa Ouro

    Final acontece neste domingo (7) em Chicago

    Os Estados Unidos pressionaram a Jamaica nos primeiros minutos | Foto: reuters

    Favorita ao título, a seleção dos Estados Unidos está na final da Copa Ouro. Na noite de quarta-feira, com direito a alerta de relâmpagos que paralisou a partida por 1 hora e meia, os norte-americanos derrotaram em casa a Jamaica por 3 a 1, no Nissam Stadium, na cidade de Nashville, e farão a disputa do título contra o México.

    Estados Unidos e México farão a final neste domingo, às 22 horas (de Brasília), no estádio Soldier Field, em Chicago. Será a sexta decisão entre os dois maiores vencedores da Copa Ouro com quatro títulos mexicanos e apenas um triunfo norte-americano. No total de troféus, o México soma sete conquistas contra seis dos Estados Unidos.

    Com grande parte do estádio a favor, os Estados Unidos pressionaram a Jamaica nos primeiros minutos. Foram três chances reais e em uma delas a bola entrou. Aos oito, Bradley lançou Reggie Cannon pela direita, o lateral cruzou de primeira e o atacante McKennie, que joga no Schalke 04, da Alemanha, entrou com velocidade na área para marcar.

    Pouco depois, aos 15 minutos, o jogo teve de ser interrompido por conta de um alerta de relâmpagos em Nashville, que fica no estado norte-americano do Tennessee. As duas equipes desceram para o vestiário e o público foi orientado a procurar abrigo. Após 1 hora e meia de paralisação, a partida teve o seu reinício.

    A paralisação fez bem aos jamaicanos, que voltaram mais ousados e arriscando muito mais. A chance mais perigosa surgiu em um chute forte de Flemmings, que o goleiro Steffen fez boa defesa. Apesar do susto, a seleção norte-americana continuou mais perigosa, principalmente nas boas jogadas pelo lado esquerdo de Pulisic.

    Os norte-americanos começaram o segundo tempo buscando ampliar a vantagem. E, aos 6 minutos, conseguiram. Morris invadiu a área e chutou. O goleiro Blake espalmou, mas no rebote Pulisic, o craque dos Estados Unidos que tem contrato com o Chelsea, foi mais esperto e aproveitou para fazer 2 a 0.

    Só que a Jamaica não se abateu com a desvantagem. Aos 24 minutos Bailey acertou um cruzamento perfeito para Nicholson cabecear e diminuir para os caribenhos. A pressão continuou, mas os norte-americanos souberam segurar o ímpeto dos rivais e confirmaram a vitória e a classificação aos 42, quando Arriola arriscou de fora da área, Blake deu rebote e Pulisic marcou outra vez.

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Em Manaus, Copa América de Futebol de Mesa é realizada no sábado (6)

    Resultados favorecem o Brasil na Copa do Mundo de Futebol Feminino


    Comentários