Fonte: OpenWeather

    Foco


    Lutadores amazonenses de olho nos Jogos Pan-Americanos 2019

    Atletas treinam no Irã para representar o Estado em julho e agosto nos jogos em Lima, no Peru

    Os atletas integram a Federação Amazonense de Luta-Livre Esportiva e Luta Olímpica (Falle)
    Os atletas integram a Federação Amazonense de Luta-Livre Esportiva e Luta Olímpica (Falle) | Foto: Divulgação

    Os atletas Daniel Alves e Fábio Mota iniciaram 25 dias de preparação, na cidade Teerã, capital do Irã, para competirem nos Jogos Pan-Americanos em Lima, no Peru. O país, localizado no Oriente Médio, é uma das potências mundiais na modalidade e nos últimos dias abriu as portas para os talentos amazonenses.

    Os competidores da Federação Amazonense de Luta-Livre Esportiva e Luta Olímpica (Falle) deram início no último dia 7 de julho ao ciclo de capacitação em um dos melhores centros de treinamento do mundo.  

    Daniel Alves vai competir na categoria 57 kg da modalidade. Em abril, ele foi classificado quando disputou e venceu, com medalha de bronze, o Campeonato Brasileiro de Wrestling. 

    “Estamos focados nessa oportunidade que ganhamos de poder treinar em um lugar que possui grande credibilidade na luta olímpica. A partir desse preparatório espero adquirir o potencial necessário para garantir um bom resultado para o Amazonas e o Brasil”, comentou o atleta.

    O outro é o lutador Fábio Mota, que vai para a seletiva pré-olímpica e para o Campeonato Sul-Americano em Santiago, no Chile, na categoria principal 97 kg sênior. “São 25 dias que temos para nos preparar com os campeões olímpicos e mundiais, o que é de grande importância, pois aperfeiçoamos a nossa técnica de luta. Tenho certeza de que, após esse período no Irã, teremos melhor desempenho e melhores resultados”, disse Mota. 

    Bronze no Pan 

    Pela segunda vez consecutiva o atleta amazonense Helisson Bresson, de 17 anos, conquistou medalha de bronze no Pan-Americano de Wrestling Cadete 2019 ao disputar, desta vez, a competição em Morélia, cidade do México 

    O lutador, que faz parte do Centro de Treinamento de Alto Rendimento do Amazonas (Ctara), administrado pela Secretaria de Estado de Juventude, Esportes e Lazer (Sejel), participou do evento compondo a Seleção Brasileira da modalidade, na categoria até 48 quilos, estilo Livre.

    É o segundo ano consecutivo que Bresson chega ao Pan e conquista o terceiro lugar. Em 2019, ele se despede da categoria por conta do limite de idade, que é somente dos 15 aos 17 anos.

    “Estou muito feliz. É um bronze com gosto de ouro. É a segunda vez que paro na semifinal, mas que trago medalha, que é um dos objetivos. Ano que vem vou disputar na categoria Júnior e eu tenho noção de que colhemos aquilo que plantamos, portanto, manterei o ritmo dos treinos para conquistar bons resultados nessa nova categoria”, afirmou.

    Leia mais: 

    Sul América vence Operário e conquista o bicampeonato

    Cruzeiro e Botafogo duelam no Mineirão neste domingo (14)

    Flamengo teria aberto negociação por atacante do River Plate


    Comentários