Fonte: OpenWeather

    Saldar dívidas


    Vasco faz acordo para pagar dívidas a funcionários

    O clube deve salários referentes ao mês de dezembro, férias e 13º

    | Foto:

    A diretoria do Vasco chegou a um acordo ontem para saldar dívidas contraídas em 2017 com funcionários. O clube deve salários referentes ao mês de dezembro, férias e 13º daquele ano. E vai começar a pagar estes valores em parcelas, a partir do mês de agosto deste ano. 

    Pela negociação acertada entre as partes, o clube de São Januário vai pagar a dívida em duas vezes para aqueles funcionários que recebem até R$ 1 mil. Para quem ganha entre R$ 1 mil e R$ 5 mil, a pendência financeira será quitada em quatro vezes. E, para funcionários com vencimentos acima de R$ 5 mil, a divisão será em seis parcelas. 

    Funcionários e o clube chegaram a um acordo após os primeiros fazerem greve em junho. O Vasco ainda deve os salários relativos a maio e junho deste ano aos funcionários. Já, em relação a situação dos jogadores, o clube pagou um mês de atraso na semana passada. 

    A expectativa geral no clube é de que estas dívidas sejam quitadas o quanto antes porque o Vasco conseguiu aprovar um empréstimo de R$ 20 milhões recentemente. Ao mesmo tempo, no próximo mês, a situação financeira deve ser aliviada pela entrada dos valores referentes às cotas de televisão.

    Time

    Dentro de campo, o técnico Vanderlei Luxemburgo segue preparando a partida para o clássico com o Fluminense, no sábado (20), em São Januário, na abertura da 11ª rodada. Para tanto, o time cruzmaltino treinou em dois períodos nesta terça-feira, sendo que na parte da tarde a atividade foi com bola. 

    Luxemburgo ainda esboça a futura formação titular para o clássico. Na quarta-feira, o trabalho será intensificado por um jogo-treino com o América-RJ, às 15h30 (horário de Brasília), em São Januário. 

    Para o zagueiro colombiano Oswaldo Henríquez, o clube precisa superar logo a derrota para o Grêmio, de virada, por 2 a 1, no fim de semana. O duelo foi marcado pela atuação do VAR, que anulou gol de Yago Pikachu. O Vasco vai pedir ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) o cancelamento da partida.

    "Temos que deixar para trás o que aconteceu com o Grêmio e pensar em ganhar novamente em casa, como fizemos nas duas últimas partidas. Precisamos nos fazer respeitados dentro de São Januário. É fundamental para nós jogarmos junto com a torcida. Contamos com a força de São Januário, para seguirmos pontuando em casa, algo que é obrigação para nós, independentemente do adversário", projetou Henríquez.

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!:

    Zezão e HCM conquistam torneio início do AM de handebol 2019

    Em meio a ameaças, Manaus FC perde para Caxias no Rio Grande do Sul

    Comentários