Fonte: OpenWeather

    Esporte e Educação


    8 mil alunos de escolas do AM participam da final do JEAs em Manaus

    Os jogos são disputados em 15 modalidades. A fase final da competição inicia nesta quarta-feira (17) na Arena Amadeu Teixeira, na Zona Centro-Sul da capital amazonense

    Jogos Escolares do Amazonas | Foto: Divulgação

    Manaus- Os Jogos Escolares do Amazonas (JEAs), além da importância social e educacional, impressionam pelos números. A competição, com responsabilidade dividida entre as secretarias de Estado de Educação (Seduc-AM) e de Juventude, Esportes e Lazer (Sejel), executora do JEAs, é de longe a maior realizada no Amazonas. Na fase final, que inicia nesta quarta-feira (17), em Manaus, participam mais de 8 mil jovens atletas, em 15 modalidades.

    “O JEAs é não apenas um encontro esportivo, mas uma poderosa ferramenta de motivação educacional e social”, destacou o titular da Sejel, Caio André de Oliveira. 

    Ao todo, na fase final, 8 mil atletas participarão das provas em 15 modalidades, em dois naipes (masculino e feminino) e em duas categorias (12 a 14 anos e 15 a 17 anos). Entre as modalidades disputadas estarão Atletismo, Badminton, Basquetebol, Basquetebol 3x3, Futebol, Futsal, Ginástica Rítmica, Handebol, Judô, Luta Olímpica, Natação, Tênis de Mesa, Vôlei de Praia, Voleibol e Xadrez. Haverá, ainda, as disputas para atletas com deficiência (PCDs), no Atletismo, Bocha, Futsal, Parabadminton e Tênis de Mesa.

    Para chegarem aqui, quase 300 mil alunos participaram das fases iniciais, que foram realizadas em todos os municípios do Amazonas e também na capital, por meio de seletivas entre escolas particulares, municipais, estaduais e militares. No interior, os times campeões de cada cidade foram aos jogos nos “polos”, dez no total, nos quais foram definidos os campeões com direito a participação na fase final, a partir desta quarta (17).

    Ao todo foram investidos R$ 3,1 milhões na competição, recursos garantidos pelo Governo do Amazonas, com previsão orçamentária, para promover, de forma construtiva e inclusiva, o esporte em todo o Estado. “Esses recursos são utilizados como investimento, e não como gastos. Estamos construindo uma juventude mais preparada para o futuro com a ajuda dos esportes”, afirma Joniferson Vieira, coordenador de Educação Física e Artes da Seduc-AM.

    As delegações participantes da fase final do JEAs estão hospedadas em oito hotéis na capital: Taj Mahal, Plaza, Amazônia Tower, Mônaco, Ana Cássia, Panair e Acla, além do Hotel da Vila Olímpica. Ao todo, 356 escolas de 36 municípios amazonenses disputarão vaga para a etapa Norte (Regional Verde) dos Jogos Escolares da Juventude 2019, a ser realizada em Palmas (TO), no período de 11 a 15 de setembro deste ano.

    Estrutura

    Para os jogos, serão utilizados quatro ginásios, dez quadras e dois campos de futebol. “Estamos trabalhando desde o começo do ano para que tudo saia como planejado. Essas crianças e jovens veem no JEAs uma oportunidade de serem grandes atletas e representar o Estado em competições a nível nacional e até internacional. É uma chance de ouro para muitos, e queremos que eles possam ter uma experiência que só o esporte pode oferecer. Tudo está sendo feito para que esta 42ª edição seja um sucesso, e vai ser”, profetizou Egídio Pinto, coordenador geral dos Jogos.

    Abertura

    O JEAs terá início oficialmente nesta quarta-feira (17), a partir das 17h, com a cerimônia de abertura da competição, que irá ocorrer na Arena Poliesportiva do Amazonas (Amadeu Teixeira), localizada no bairro Flores, Zona Centro-Sul. A fase final dos Jogos segue até 28 de julho, com a participação de 8 mil alunos de todas as redes de ensino e 1 mil professores.

    *Com informações da assessoria 

    Assista a reportagem da TV Em Tempo:

    Assista a reportagem | Autor: Gabriela Moreno/ TV EM TEMPO
     

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Fisiculturistas representarão o Amazonas em competição nacional

    Ana Marcela leva ouro e vira a maior medalhista da maratona aquática

    Comentários