Fonte: OpenWeather

    Campeonato Brasileiro


    Manaus FC briga por acesso e Arena da Amazônia vai ferver neste sábado

    Na expectativa de ver o futebol amazonenses cada vez mais próximo da elite, um louco torcedor amazonense usa o próprio carro para divulgar o confronto deste sábado (20), quando o time entra em campo em busca do acesso à Série C do Campeonato Brasileiro

    Manaus FC realizou um treino aberto na manhã desta sexta-feira (19) na Arena da Amazônia
    Manaus FC realizou um treino aberto na manhã desta sexta-feira (19) na Arena da Amazônia | Foto: Leonardo Mota/Em Tempo

    Manaus - Dizer que o brasileiro é apaixonado por futebol, não é loucura. O país todo respira futebol, principalmente quando os times do coração duelam pelos campeonatos nacionais ou até mesmo quando a Seleção Brasileira vai a campo representando mais de 200 milhões de brasileiros. 

    No Amazonas, apesar dos times não terem o mesmo incentivo financeiro e títulos como, por exemplo, das equipes Vasco e Flamengo (RJ) e Corinthians e Palmeiras (SP), há quem ainda aposte em equipes regionais, como é o caso do jornalista e empresário Franciomar Barbosa, de 34 anos, morador do bairro da Paz, na Zona Centro-Oeste de Manaus, que abriu mão de alguns compromissos pessoais para esta semana sair às ruas da capital amazonense convocando a população para prestigiar o jogo do Manaus Futebol Clube (FC).

    O amazonense decidiu usar o próprio veículo para convocar torcedores a lotarem a Arena da Amazônia Vivaldo Lima, no bairro Flores, Zona Centro-Sul de Manaus, onde os times se enfrentam neste sábado (20), às 15h. Ele conta que, junto com a esposa, Beth Santos, de 43 anos, estão percorrendo ruas e avenidas dos quatro cantos da cidade fazendo marketing direto para o jogo. 

    Jornalista Franciomar Barbosa
    Jornalista Franciomar Barbosa | Foto: Arquivo Pessoal

     “Somos empreendedores do ‘Bazar Bom Demais Manaus’, e colocamos o nosso carro à disposição do jogo. Nos últimos dias, que antecedem a partida, intensificamos a divulgação. Das zonas Leste e Oeste à Norte e Sul, inclusive no Centro da cidade, local de muita movimentação, o carro de som está circulando com uma vinheta convocando a torcida amazonense a lotar a Arena”, contou Barbosa, que espera incentivar 40 mil torcedores a comparecerem no estádio. 

    “Vamos tentar colocar 40 mil torcedores, e acredito que isso é possível. Há 20 anos, o time São Raimundo, da Colina, fez isso. Nesse período de duas décadas o torcedor não lota mais estádios amazonenses. Toda a cidade de Manaus não fala de outra coisa a não ser desse acesso. Parece simples, mas para nós é algo muito grandioso. Não só os torcedores do Manaus FC, mas também de outros times, incluindo dirigentes, jogadores e familiares, estão abraçando a causa. Estou achando legal esse apoio, porque é algo que não ocorria desde a década de 70, quando o antigo Vivaldo Lima [hoje Arena da Amazônia] recebia famílias para acompanhar o futebol. Se não conseguimos 40 mil, colocaremos 39 mil”, brincou ele. Assista ao vídeo do torcedor convocando a população:

    | Autor:
     

    Leia também: Vídeo: Preconceito de torcedores gaúchos contra o futebol amazonense

    O amazonense está tão confiante na vitória, que arriscou até no palpite de 2 a 0. “Humildemente eu digo que será esse o placar, mas acredito que o número pode ser mais alto com as 40 mil vozes empurrando o time. Acompanho o Manaus FC desde o ano passado, quando ele conquistou o bicampeonato estadual. Em 2019, o time tornou-se tricampeão. Apesar dos últimos feitos na região, se você perguntar de dez amazonenses o nome de pelo menos três jogadores, não vão saber responder – mas com certeza saberão quem é o time Manaus FC”, analisou o torcedor.

    Paixão de torcedor

    Barbosa conta que é torcedor do São Raimundo, time que vem acompanhando desde a década de 90 com as conquistas do tricampeão da Copa Norte e também de vários campeonatos amazonenses. Mas, na visão do bom torcedor, de lá para cá o futebol amazonense deixou alegrar o público. “O futebol da nossa região vive uma decadência. Sou são paulino, acompanho todos os jogos, devido ao time que foi montado também na década de 90 e arrastou o mundial e a libertadores - eu era criança, tinha uns oito anos, mas recordo perfeitamente. Infelizmente, hoje o time também está em uma crise sem precedentes”, lamenta o jornalista, destacando que o que faz atualmente pelo Manaus FC jamais fez pelo São Paulo.

    O Manaus FC briga pelo acesso às 15h de sábado na Arena da Amazônia
    O Manaus FC briga pelo acesso às 15h de sábado na Arena da Amazônia | Foto: Manaus FC/Divulgação

    “Estou fazendo um ato de torcedor fanático, gastando gasolina de manhã, tarde e noite, e ainda não tive nem chance de comprar meu ingresso. No entanto, amanhã estarei no estádio acompanhado da minha esposa e também das três filhas, de 5, 9 e 16 anos, todos devidamente uniformizados”, salientou Barbosa.

    Apesar da empolgação, o torcedor faz críticas aos clubes amazonenses quanto a venda de produtos oficiais. “Procuramos em algumas vitrines e infelizmente o valor da camisa oficial ainda é um pouco salgado, varia de R$ 70 a R$ 120, principalmente para mim – que pensava em adquirir cinco blusas", criticou o jornalista.

    Ele conta que no último local em que esteve à procura do uniforme na Boutique do Torcedor, no bairro Cachoeirinha, Zona Sul de Manaus, o valor era R$ 80. "Em busca de um preço mais acessível, comprei dez camisas brancas e mandei personalizar em gráficas. A unidade saiu a R$ 40, mas consegui descontos de R$ 10 em cada”, concluiu. 

    Camisa personalizada em gráfica, a pedido de Franciomar Barbosa
    Camisa personalizada em gráfica, a pedido de Franciomar Barbosa | Foto: Arquivo Pessoal

    Campanha

    Na quinta-feira (19), equipe amazonense está vendendo camisas oficiais do clube com a mensagem “Será Por Ti Manaus”, no valor simbólico de R$ 40. A campanha é uma atitude diante das dificuldades que o time encontrou para honrar os compromissos por conta da escassez de patrocínios.

    O confronto na Arena 

    Na partida, que acontece amanhã, na arena da Amazônia, o time amazonense enfrenta o gaúcho Caxias do Sul, do Rio Grande do Sul, pela Série D do Campeonato Brasileiro. O confronto vale o acesso à Série C do ano que vem. Mas, para isto, Manaus FC precisa vencer o adversário com no mínimo dois gols de diferença, tendo em vista que perdeu a partida de ida por 1 a 0. 

    Manaus FC precisa vencer com uma diferença mínima de dois gols para evitar derrota no jogo normal ou na disputa por pênaltis
    Manaus FC precisa vencer com uma diferença mínima de dois gols para evitar derrota no jogo normal ou na disputa por pênaltis | Foto: Leonardo Mota/Em Tempo

    Na Arena da Amazônia, o time nortista também tem a possibilidade de vencer na disputa por pênaltis, desde que o placar seja favorável com um saldo de gol a mais. Em caso de derrota, os amazonenses adiam, pela segunda vez seguida a oportunidade de colocar o Amazonas mais próximo da elite do futebol brasileiro. E se depender do apoio da torcida para garantir a vitória, o Manaus FC leva vantagem por estar jogando em casa. 

    Os ingressos para o jogo estão à venda na Arena da Amazônia
    Os ingressos para o jogo estão à venda na Arena da Amazônia | Foto: Divulgação

    Treino

    Na manhã desta sexta-feira (19), o time amazonense realizou um treino aberto ao público, às 9h, na Arena da Amazônia, com entrada gratuita. Na ocasião, o presidente do Manaus FC, Luís Mitoso, aproveitou a ocasião para ressaltar que o time gaúcho conhecerá o verdadeiro índio em campo. “Vamos mostrar que nós somos índios, mas índios educados".

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    'Os gaúchos conhecerão o verdadeiro índio', diz presidente do ManausFC

    Vídeo: Preconceito de torcedores gaúchos contra o futebol amazonense

    Comentários