Fonte: OpenWeather

    Esporte


    Paralterofilista amazonense conquista o bicampeonato mundial

    Lucas deu sequência à trajetória de conquistas e soma mais um título para o currículo

    O atleta retornou de Nursultan, no Cazaquistão
    O atleta retornou de Nursultan, no Cazaquistão | Foto: Divulgação

    Manaus- O paratleta de halterofilismo do Centro de Treinamento de Alto Rendimento do Amazonas (Ctara), Lucas Manoel dos Santos, de 17 anos, desembarcou na tarde desta segunda-feira (22), em Manaus, e foi recebido com festa pelos colegas da Escola Estadual Antônio Encarnação Filho, no bairro Lírio do Vale, zona oeste. O atleta retornou de Nursultan, no Cazaquistão, onde conquistou o bicampeonato mundial e quebrou o recorde das Américas, ao levantar 126 kg no supino, em participação no Campeonato Mundial da modalidade.

    O secretário de Juventude, Esportes e Lazer (Sejel), Caio André de Oliveira, parabenizou o atleta pelo feito. “É gratificante ver que o trabalho feito com atletas e paratletas traz resultado, basta que haja um pouco de incentivo e carinho. O Lucas é um garoto novo, na flor da idade, e ainda tem muitas alegrias a proporcionar para o povo amazonense. O ano de 2019 tem sido, está sendo e será um ano maravilhoso para o esporte amazonense, e o Governo do Amazonas se orgulha de fazer parte dessa história maravilhosa, por meio do apoio a atletas não só da Vila Olímpica, mas de todas as praças esportivas”, afirmou.

    No último ano como competidor na categoria Júnior (até 49 kg), Lucas deu sequência à trajetória de conquistas e soma mais um título para seu currículo. O agora bicampeão mundial falou da expectativa para os próximos desafios e da experiência na última competição.

    “No Mundial, minha meta era fechar com 130 kg, mas infelizmente não foi possível, porque a segunda tentativa não foi válida. A experiência foi boa, e estou satisfeito com o resultado, mas vou em busca de mais. Sei que ainda tenho muito a evoluir e vou continuar treinando, me dedicando. Se Deus quiser, conseguirei trazer cada vez mais conquistas para o Amazonas e para o Brasil”, destacou ele, que também agradeceu aos colegas pela comemoração.

    “Agradeço a todos os meus amigos, que fizeram uma festa quando eu cheguei. Fiquei surpreso e muito feliz. Isso me motiva a buscar fazer sempre o melhor que posso. Sei que tem muitas pessoas que acreditam em mim e no meu trabalho, e quero fazer valer todo o apoio que recebo, porque tudo o que conquistei é uma vitória não apenas minha, mas de todos aqueles que sonham comigo e me fazem ser um atleta melhor”, destacou.

    “Este é um momento único não só para o Lucas, mas para todo o movimento paralímpico, porque ele é o único atleta olímpico e paralímpico a conquistar o bicampeonato mundial para o estado. Já é fato, não tem como mudar. Para o movimento isso é muito importante, porque estimula as pessoas que estão em suas casas a participar do processo de iniciação, depois efetivação de um esporte, aqui dentro da Vila, para depois fazer um trabalho de alto rendimento”, explicou Getúlio Filho, técnico de Lucas, que falou sobre os projetos futuros.

    “O Lucas foi recentemente convocado para os Jogos Parapan-Americanos, que serão realizados nos meses de agosto e setembro, em Lima, no Peru, e a preparação dele vai continuar forte. Futuramente, ele irá se preparar para uma Paralimpíada, e o foco é na de 2024, que será em Paris. Para isso, o trabalho continuará sendo feito, só que devagar, sem atrapalhar as fases do resultado”, concluiu.

    *Com informações da assessoria 

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Amazonense conquista ouro em competição de jiu-jitsu nos EUA

    Rio Negro foca em treinamento em busca do título da Série Prata

    Comentários