Fonte: OpenWeather

    Atletismo no AM


    Corrida no Combate à Violência Doméstica terá percursos de 5km e 10km

    Evento acontece no dia 4 de agosto, com largada em frente ao Ministério Público do Estado do Amazonas.

    Aos 70 anos, José é amante de corridas de rua
    Aos 70 anos, José é amante de corridas de rua | Foto: Reprodução
    Manaus - Que tal unir a prática saudável de exercícios físicos junto ao combate à violência? Com trajetos de 5 km e 10 km é possível estar inserido na campanha de conscientização lançada pela segunda vez em Manaus, pela Associação Amazonenses do Ministério Público (AAMP). A corrida "#NoCombateàViolênciaDoméstica", acontece no dia 4 de agosto deste ano, na avenida Coronel Teixeira, bairro Nova Esperança, Zona Oeste de Manaus.
    Para aquecer os atletas e paratletas, que participarão do evento, o Em Tempo conversou com o médico cardiologista Aristóteles Alencar, que, entre as atividades físicas sugeridas para quem possui doença cardiovascular, listou o atletismo. 
    A importância de abordar a temática leva em conta a divulgação da Organização Pan-Americana de Saúde. A instituição destacou que doenças cardiovasculares é a principal causa de morte no mundo. 
    O especialista cita que as atividades físicas indicadas para a saúde do coração podem ser os exercícios do cotidiano (andar, alongar, ou qualquer outra atividade do dia a dia). Além disso, o médico reforça que a prática de caminhar, o ciclismo, a hidroginástica e natação, desde que acompanhados de profissionais capacitados promovem melhorias na qualidade de vida. No entanto, Aristóteles frisa que é necessário evitar o excesso de cargas e esforço durante os exercícios. 

    Para Aristóteles, além do acompanhamento médico, a alimentação equilibrada e os hábitos saudáveis, como não fumar e não utilizar anabolizantes, são práticas importantes para que as atividades físicas possuem um resultado esperado
    Para Aristóteles, além do acompanhamento médico, a alimentação equilibrada e os hábitos saudáveis, como não fumar e não utilizar anabolizantes, são práticas importantes para que as atividades físicas possuem um resultado esperado | Foto: Divulgação
    Diferente do atletismo, o médico ressalta que, no caso de pacientes que apresentam hipertensão arterial, também conhecida como pressão alta, é contraindicado a musculação, o crossfit e o treino funcional.
    "No caso de pacientes, que já sofreram infarto, a realização de atividades físicas com auxílio de fisioterapeutas inicialmente é fundamental. Já o retorno ou início de uma rotina mais ativa deve ser realizada de forma cuidadosa, e a escolha deve ser preferencialmente por atividades aeróbicas e com auxílio de treinadores físicos. Com base nisso, o atletismo é tido como uma das opções nesse tratamento", salientou o médico cardiologista. 
    Para Aristóteles, além do acompanhamento médico, a alimentação equilibrada e os hábitos saudáveis, como não fumar e não utilizar anabolizantes, como complemento de qualquer atividade física, são práticas importantes para que as atividades físicas possuem um resultado esperado. "Todos os praticantes esportivos devem ficar atentos aos limites físicos durante qualquer atividade física", ressaltou o especialista. 
    Atletismo na melhor idade
    O aposentado José Gonçalves, de 70 anos, e a esposa Cleonice Silva, de 63 anos, são exemplos de que a prática de exercícios físicos, como o atletismo, seja de forma competitiva ou como uma simples caminhada no dia a dia são importantes para a prevenção de doenças cardiovasculares.  

    Aos 70 anos, José é amante de corridas de rua
    Aos 70 anos, José é amante de corridas de rua | Foto: Reprodução
    O casal diz que pratica atividades físicas há 20 anos e anualmente realizam exames cardiológicos para dar continuidade aos exercícios físicos. 
    “Todos os anos eu realizo exames para poder dar continuidade às atividades físicas e mesmo com essa prática, em um ecocardiograma foi constatado alteração no miocárdio, mas com auxílio médico repeti os exames e hoje pratico as atividades físicas, principalmente o atletismo normalmente”, afirma José sobre os seus cuidados médicos. 
    #NoCombateàViolênciaDoméstica
    A corrida “#NoCombateàViolênciaDoméstica”, promovida pela AAMP, busca conscientizar a sociedade sobre as formas de combate à violência contra a mulher no Amazonas. Nesta segunda edição, o evento, além de abordar a temática com maior visibilidade, também busca reunir mais amantes do atletismo, sejam atletas amadores ou profissionais. O evento já garantiu espaço no calendário esportivo de Manaus. 
    Com trajetos de 5km e 10km para as categorias masculino e feminino, a largada acontece às 6h30 em frente ao Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM). O evento também recebera paratletas, incluindo cadeirantes. As inscrições são pela internet, no site www.ticketagora.com.br até a quinta-feira, dia 25 de julho. Os kits variam de R$ 50 a R$ 75.
    Edição: Isac Sharlon
    Leia mais:
    Comentários