Fonte: OpenWeather

    Jogos Pan-americanos


    Taekwondo do Brasil faz campanha histórica nos Jogos Pan-americanos

    Equipe conquista sete medalhas, de oito possíveis, supera Rio 2007 e obtém o primeiro ouro entre as mulheres na modalidade na história do evento esportivo

    Delegação conquistou 7 das 8 possíveis medalhas, superando campanha do Rio, em 2007
    Delegação conquistou 7 das 8 possíveis medalhas, superando campanha do Rio, em 2007 | Foto: Washington Alves/ COB

    O taekwondo brasileiro brilhou nos Jogos Pan-americanos de Lima, no Peru. Nesta segunda-feira, dia 29, a equipe fechou sua participação no evento esportivo com sete medalhas, em oito possíveis, sendo dois ouros, duas pratas e três bronzes. O resultado na capital peruana supera o do Rio de Janeiro, em 2007, quando o Brasil conquistou um ouro, duas pratas e um bronze. Além disso, pela primeira vez o país conquistou duas medalhas douradas numa mesma edição. O ineditismo também foi para o feminino, que nunca havia subido no topo do pódio em Jogos Pan-americanos.

    “Estou muito feliz, o taekwondo brasileiro está em festa. Os resultados mostram que estamos no caminho certo. Sabíamos do nosso potencial, trabalhamos em conjunto com o Comitê Olímpico do Brasil para buscar isso. Essas conquistas são dos atletas, dos treinadores, da confederação, de todos que torcem. É um resultado construído a muitas mãos”, disse uma emocionada Natalia Falavigna, chefe de equipe da modalidade em Lima.

    A primeira medalha de ouro do taekwondo feminino na história dos Jogos Pan-americanos veio com Milena Titoneli (até 67kg). Ela começou sua campanha em Lima com vitória sobre a colombiana Katherine Dumar, por 9 a 8, nas quartas de final. Na semifinal, a brasileira derrotou a cubana Arlettys Acosta, por 10 a 5. O ouro veio após o triunfo sobre a americana Paige Mc Pherson, por 9 a 8.

    “Eu nem sei explicar, ainda não caiu a ficha. É uma grande conquista, tenho certeza que é a primeira de muitas. Agradeço a todos que estão ao meu redor, essa medalha é minha e de todos que me apoiam”, afirmou a lutadora.

    O outro finalista do dia foi Ícaro Miguel (até 80kg). Ele começou sua campanha nas quartas final derrotando Elvis Barbosa, de Porto Rico, por 21 a 17. Na semifinal, eliminou o dominicano Moises Hernandez, por 8 a 7. Na decisão, acabou derrotado pelo colombiano Miguel Angel Trejos, por 19 a 17. “Estou muito feliz por mais esse feito histórico da equipe de taekwondo do Brasil. Uma geração vencedora que ainda vai trazer muitas alegrias para o nosso país”, disse.

    Nesta segunda-feira, o Brasil ainda conquistou duas medalhas de bronze com Maicon Andrade (acima de 80kg) e Raiany Fidelis (acima de 67kg). No domingo (dia 28), Edival Pontes (até 68kg) havia subido no degrau mais alto do pódio. E no sábado (dia 27), primeiro dia de competição, a equipe brasileira havia conquistado a prata com Talisca Reis (até 49kg) e o bronze com Paulo Ricardo (até 58kg).

    *Com informações de Comitê Olímpico Brasileiro

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Pan de Lima: brasileiros faturam prata e bronze no taekwondo

    Brasil é bronze por equipes na ginástica artística


    Comentários