Fonte: OpenWeather

    Sobrou em campo


    Flu vence Peñarol e se classifica para as quartas na Sul-Americana

    O próximo adversário do time das Laranjeiras sai do duelo de quinta-feira (1) entre Montevideo Wanderers e Corinthians, no Uruguai.

    Nas arquibancadas, a torcida do Fluminense fez grande festa com a expectativa de que o time possa repetir no Campeonato Brasileiro
    Nas arquibancadas, a torcida do Fluminense fez grande festa com a expectativa de que o time possa repetir no Campeonato Brasileiro | Foto: Lucas Merçon /FFC

    Com uma facilidade inesperada, graças a um gol de Marcos Paulo logo a um minuto de jogo, o Fluminense derrotou o Peñarol por 3 a 1, nesta terça-feira (30), no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, e garantiu vaga nas quartas de final da Copa Sul-Americana.

    O próximo adversário do time das Laranjeiras sai do duelo desta quinta entre Montevideo Wanderers e Corinthians, no Uruguai.

    A vantagem do Fluminense, que já era boa após os 2 a 1 em Montevidéu, na semana passada, ficou ainda melhor logo no primeiro minuto de jogo. Igor Julião fez boa jogada da direita e cruzou para a boa cabeçada de Marcos Paulo: 1 a 0.

    Apesar de ter de fazer três gols para levar a decisão para os pênaltis, o Peñarol não demonstrou nervosismo e nem afobação. O time uruguaio manteve o seu ritmo, sem desestruturar os seus setores, mas levou pouco perigo ao gol de Muriel.

    Além da atuação destacada de Igor Julião, Pedro também foi bem na partida. O centroavante quase ampliou em jogada individual aos 11 minutos, mas foi aos 25 que o atacante mostrou a sua qualidade técnica ao fazer linda assistência de calcanhar para Yony González. O colombiano surgiu em velocidade e bateu com precisão: 2 a 0.

    A partir daí, o Peñarol, que não é nem de longe o time que assombrou o mundo nos anos 60 e 70, partiu para o ataque e abriu espaços para os contragolpes do Fluminense. Com isso, as chances brotaram para ambos os lados. Enzo Martinez, de cabeça, errou o alvo, mas Brian Rodriguez obrigou Muriel a fazer bela defesa. Do lado do Fluminense, Marcos Paulo teve mais duas chances, mas parou em boas intervenções de Dawson.

    E o Fluminense começou o segundo tempo de forma mortal. Logo aos dois minutos, Paulo Henrique Ganso fez ótimo passe para Caio Henrique. O lateral-esquerdo bateu cruzado e o goleiro Dawson defendeu parcialmente. Marcos Paulo, sozinho, só teve o trabalho de empurrar para as redes.

    Com a vantagem do Fluminense subindo para quatro gols, o jogo ganhou ritmo de treino. O clube carioca passou a se poupar, enquanto que o Peñarol perdeu as esperanças de obter a classificação.

    A única forma de o Peñarol levar algum perigo para o Fluminense foi nas bolas paradas. Aos 24 minutos, Matías de los Santos pegou o rebote de uma falta na barreira e acertou o travessão de Muriel. No rebote, Viatri diminuiu: 3 a 1.

    O Peñarol ainda teve mais duas boas chances com Lores e Acevedo, mais pelo desinteresse do Fluminense do que por suas qualidades. Nas arquibancadas, a torcida do Fluminense fez grande festa com a expectativa de que o time possa repetir no Campeonato Brasileiro - competição na qual é o 17.º colocado, dentro da zona de rebaixamento - as mesmas apresentações da Sul-Americana

    Outro jogo

    Em Lima, no Peru, o Zulia, da Venezuela, se garantiu nas quartas de final, mesmo sendo derrotado por 3 a 2 pelo Sporting Cristal. No jogo de ida, em Maracaibo, o time venezuelano havia vencido por 1 a 0. Seu próximo adversário será o argentino Colón.

     Estes times estão do mesmo lado da chave de Botafogo e Atlético-MG, que se enfrentam nesta quarta-feira (31), no estádio Independência, em Belo Horizonte.

    Leia Mais 

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Cruzeiro perde nos pênaltis e é eliminado da Libertadores

    Handebol feminino conquista ouro no Pan e garante vaga em Tóquio


    Comentários