Fonte: OpenWeather

    Esporte


    Vídeo: Lutador amazonense fala sobre a carreira e desafios no esporte

    Em entrevista à WEB TV, apresentado pela jornalista Ayda Rodrigues, o campeão brasileiro de luta Greco Romano, Kenedy Pedrosa, revela sobre a trajetória de superação, família e rotina de treino

    Lutador amazonense Kenedy Pedrosa, campeão brasileiro no estilo Greco-Romano
    Lutador amazonense Kenedy Pedrosa, campeão brasileiro no estilo Greco-Romano | Foto: Reprodução

    Manaus - O lutador amazonense Kenedy Pedrosa, campeão brasileiro no estilo Greco-Romano foi o entrevistado desta segunda-feira (12) na 'Revista Web News', da TV WEB do Portal EM TEMPO. Durante o bate papo, comandado pela Jornalista Ayda Rodrigues, Kenedy conversou sobre a trajetória de superação, família e rotina de treino no Rio de Janeiro, onde mora há seis anos. 

    kenedy foi 10 vezes campeão amazonense e oito vezes campeão brasileiro. Nasceu em Manaus e morava em uma invasão do bairro Cidade Nova, na Zona Norte de Manaus. Ele conta que iniciou no esporte de forma inesperada. “No meu bairro o pessoal já praticava o esporte, muitos amigos já treinavam e me chamavam para competir, até que um dia eu fui na academia treinar e gostei muito do esporte, então decidi ficar, coloquei na minha cabeça que ia treinar todos os dias”, comenta o atleta.

    Dificuldades no esporte

    Filho de pedreiro e diarista, kenedy conta que o apoio da família e do treinador esportivo foi fundamental na sua permanência no esporte. "Minha família deu todo o apoio que eu precisei, eles são essenciais na minha vida. Passei por muitas dificuldades e na época meus treinadores tiravam dinheiro do seu próprio bolso para pagar meus suplementos e meus equipamentos", comenta o atleta. 

    Para Kenedy, o cenário do esporte no Amazonas precisa de apoio e compartilhamento sobre o esporte, assim como patrocínios para os atletas e  investimentos e melhorias na infraestrutura dos lugares que os atletas utilizam para treinar. 

    Mudança para Rio de Janeiro e Carreira Militar

    A mudança de cidade ocorreu em 2013 após um campeonato brasileiro realizado no Rio de Janeiro, quando o técnico de base do esporte na cidade convidou Kenedy para treinamentos em um espaço na Marinha do Brasil, o que foi início de uma carreira militar para o atleta.

    “Na época, a Marinha só cedeu o espaço, ainda não tinha carreira militar. Quando completei maior idade, eu entrei no recrutamento para soldado, pois não tinha vaga no sistema Prolin, em que atletas iniciam carreiras como sargento. Depois que entrei na Marinha, morei no alojamento durante anos para conseguir juntar um dinheiro em que eu pudesse melhorar de vida", comenta Kenedy. 

    Esporte e superação  

    Na entrevista, Kenedy comentou que o esporte foi fundamental para a melhora de vida e superação pessoal. E também destacou a importância do esporte em ações sociais e no auxílio de jovens em situações de maior vulnerabilidade.  

    "Perdi muitos amigos para o tráfico de drogas. O esporte abre portas e a mente. Sai de uma invasão em Manaus e conheci o mundo por meio da luta. Isso abriu a minha mente, tive visões de mundo diferente. Graças ao esporte melhorei a minha vida", enfatiza.

    Atualmente, Kenedy treina de segunda a sábado e alia rotina de trabalho na Marinha, treinos do esporte e rotina da faculdade, em que cursa Educação Física.

    Preparação para as Olimpíadas 

    O atleta comentou que a rotina de treinos vai ser intensificada, pois  mantém o foco nos treinos para as Olimpíadas de 2020 e que irá realizar um processo longe e decisivo para ser selecionado na seleção brasileira de luta greco-romana. 

    "Vou ficar dois meses no Irã treinando muito, em seguida vou aoChile e depois a Natal para formar o time da seleção brasileira. A partir disso, o próximo passo é as Olimpíadas", comenta o atleta

     Confira e entrevista na íntegra do programa!

     

    Tags: revista
    Comentários