Fonte: OpenWeather

    Manaus FC


    Heróis do acesso podem estar de saída do Manaus FC

    Clube mantinha contrato até o final da Série D. Agora, precisará renegociar contratos com os jogadores

    Grupo teve, em sua maioria, o contrato encerrado. Agora, é preciso avaliar quem fica para a Série C
    Grupo teve, em sua maioria, o contrato encerrado. Agora, é preciso avaliar quem fica para a Série C | Foto: Lucas Silva

    Manaus - O Manaus Futebol Clube (Manaus FC) chegou a uma final inédita em sua história no último domingo (18). Apesar de o título ter escapado das mãos do grupo, após derrota nos pênaltis para a equipe do Brusque (SC), na sequência do empate em 2x2 com a bola rolando, o clube amazonense pode sofrer nova derrota, desta vez, interna.

    O clube poderá ter uma debandada de seu elenco histórico, pois, como é comum no Estado, os atletas firmam contratos de curta duração. Agora, com o final da Série D, poucos são os atletas sob contrato com o Manaus Futebol Clube, cabendo ao clube renegociar com os principais destaques do elenco para a Série C de 2020. 

    Os contratos

    Derlan foi o primeiro a comentar sobre os contratos que se encerravam
    Derlan foi o primeiro a comentar sobre os contratos que se encerravam | Foto: Lucas Silva

    No dia 2 de agosto, o EM TEMPO alertou sobre o possível desmanche no elenco. Primeiro, com o volante e capitão do grupo, Derlan. Em entrevista, o atleta afirmou não saber se ficaria para o Campeonato Brasileiro da Série C do ano que vem.

    "Pretendo ficar no clube. Tudo depende muito do meu empresário, que está acertando alguns detalhes, ainda nada concreto. Apesar da prioridade ser o Manaus, vamos sentar para conversar. Tenho contrato apenas até o final da Série D", disse o jogador.

    No mesmo dia, em exclusiva com o treinador Wellington Fajardo, ele anunciou que gostaria de ficar no clube, apesar do contrato se encerrar no final do campeonato. "Meu contrato com o Manaus tem duração até ao final da Série D. Após a decisão, conversarei com a direção sobre meu contrato", explicou o treinador.

    No que depender da relação com o clube, é bem possível que Fajardo continue em nosso estado ensolarado para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série C. "Eu creio que a continuidade é sempre importante. Para mim, principalmente pela boa relação com a diretoria e com ótimos jogadores, isso tudo favorece minha permanência", disse Fajardo. 

    Reviravolta

    O treinador, que antes queria ficar, agora pede um tempo para descansar
    O treinador, que antes queria ficar, agora pede um tempo para descansar | Foto: Lucas Silva

    Porém, logo após o jogo de ontem, o cenário parecia ter mudado de figura, com um Wellington Fajardo desgastado e sem saber se fica para 2020, após o término do contrato com o Manaus FC. 

    "Meu contrato acabou hoje [domingo 18/08]. Gostaria muito que quem vier dê continuidade ao trabalho que vem sendo feito. Com relação a permanecer para 2020, vou ser sincero: estou muito cansado. Estou longe de casa há seis meses. Nesse momento vou tirar umas férias, para recuperar todo esse tempo longe da família. Espero que o Manaus não deixe passar esse legado. É muito difícil chegar, mas é ainda mais difícil permanecer, independente do treinador que estiver", relevou ele.

    Outros destaques que podem estar de saída

    Hamilton foi o artilheiro do clube na Série D, com 6 gols. Em exclusiva ao EM TEMPO, no dia 15 de agosto, o atleta não confirmou se ficaria para a Série C. "Ainda não sei se fico no clube para o ano que vem".

    O zagueiro não confirmou a sua permanência para o próximo ano
    O zagueiro não confirmou a sua permanência para o próximo ano | Foto: Lucas Silva

    Além do artilheiro da Série D, o xerife da defesa, Thiago Spice, também pode estar de saída. "Precisamos ver o projeto da diretoria. Eles que dirão quais jogadores vão continuar ou não. Ninguém falou nada conosco até agora. Atingimos o nosso objetivo, que era o acesso. Apesar de tudo, nós queríamos o título, como pode ser percebido pelo desânimo na cara de cada um. Entramos em todos os campeonatos para vencer, mas é dolorosa uma derrota. Fica difícil achar palavras depois de perder um título de Campeonato Brasileiro em casa", finalizou.

    O goleiro do Manaus, Jonathan, é outro que pode estar de saída do clube. “Até então, tenho contrato. Assinei até o final de 2020, com a minha prioridade sendo permanecer e cumpri-lo. Mas, não posso dar 100% de certeza, pois o futuro a Deus pertence. Houve alguns contatos de clubes, mas nenhum oficial”, explicou Jonathan.

    O atleta comentou, ainda, sobre o que espera para o ano de 2020, com o bom momento do clube.  "Tenho certeza que se não aparecer nada benéfico para mim e o clube, estarei aqui, firme e forte, para subirmos para a Série B, pois temos total capacidade”, finalizou o arqueiro.

    Comentários