Fonte: OpenWeather

    Manaus FC


    O amazonense mostrou que a Arena não é um elefante branco

    Para o presidente de honra do Manaus FC, Luis Mitoso, o amazonense voltou a amar o futebol local

    Presidente do clube falou com a imprensa pouco após o duelo que culminou no vice dos amazonenses
    Presidente do clube falou com a imprensa pouco após o duelo que culminou no vice dos amazonenses | Foto: Leonardo Mota

    Manaus - O Manaus Futebol Clube terminou a sua participação no Campeonato Brasileiro da Série D com um vice-campeonato inédito na história do clube, após uma derrota na final, nos pênaltis, para a equipe do Brusque (SC), em duelo realizado na Arena da Amazônia.

    Além do bom desempenho obtido pelo clube na competição, a campanha também marcou o retorno dos torcedores para os estádios amazonenses, com públicos acima de 44 mil torcedores nos duelos decisivos do mata-mata pela Série D.

    Para o presidente de honra do clube, Luis Mitoso, apesar do vice-campeonato, o dever foi cumprido. "É um clube muito novo e chegar onde chegou é motivo de muito reconhecimento pela torcida que, por duas oportunidades, encheu essa arena e já demonstrou que o amazonense gosta de futebol, e que esse estádio não é um elefante branco”, disse o presidente.

    Mesmo com a boa campanha do time, Mitoso acredita que o clube ainda fará muito mais história. "O título coroava um trabalho que já é vitorioso. Saímos entristecidos, mas não abatidos. O Manaus FC tem uma história ainda a construir", explicou ele.

    Luis enalteceu o acesso, além de planejar a disputa da Série C. “Agora é trabalhar, pois nós temos uma Série C pela frente, então é começar a planejar. Seria muito bom se a gente tivesse coroado com o título de Campeão Brasileiro, mas isso também não tira o nosso brilho, a nossa luta e o nosso acesso”, concluiu o dirigente.


    Comentários