Fonte: OpenWeather

    Esporte


    Campeonato de Jiu-Jitsu reúne mais de 2 mil pessoas em Manaus

    Com entrada gratuita, o Campeonato Abu Dhabi internacional Jiu-Jitsu Pro Championship ferveu a arena

    O evento contou com a participação de aproximadamente 800 atletas inscritos
    O evento contou com a participação de aproximadamente 800 atletas inscritos | Foto: Divulgação

    Manaus - Realizado pela segunda vez em Manaus, o Campeonato Abu Dhabi internacional Jiu-Jitsu Pro Championship reuniu, no último domingo (18), cerca de 2,5 mil pessoas que puderam assistir as lutas de forma gratuita.

    A competição, realizada com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esportes e Lazer (Sejel), aconteceu durante todo o dia na Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira, localizada no bairro Flores, zona centro-sul da capital.

    O evento contou com a participação de aproximadamente 800 atletas inscritos, de 40 academias diferentes, sendo 180 participantes de outros países, como Argentina, Noruega e Venezuela. A competição também recebeu competidores de outros estados, como Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.O titular da Sejel, Caio André de Oliveira, falou sobre a importância de receber um evento internacional no Estado.

    “O evento coopera para que o Jiu-Jitsu seja fortalecido no Amazonas, além de servir como fonte de inspiração para os atletas que têm sonho de ir longe no esporte”, avaliou.Troca de experiências - Para o organizador local do Abu Dhabi Jiu-Jitsu Pro (AJP), Carlos Holanda, o evento proporciona a troca de experiências entre atletas e além de movimentar a economia local.

    "Todos os atletas que lutaram concorreram a uma pontuação no ranking, que serve para selecionar aqueles para disputar o Campeonato Grand Slan. Outro benefício do evento é a fomentação do turismo, visto que recebemos pessoas de diferentes locais”.'Celeiro' - De acordo com o organizador geral do AJP, Elias Eberhardt, o Jiu-Jitsu é um dos esportes que mais se destacam em Manaus, sendo o maior celeiro do esporte no país, superando grandes centros urbanos como São Paulo, por isso o interesse em realizar esse tipo de campeonato na capital.A lutadora faixa branca, Renata Gomes, 19 anos, competiu na categoria até 70 Kg e terminou orgulhosa pela vitória alcançada.

    “Treino todos os dias e ao saber do campeonato, intensifiquei mais a minha preparação. Anteriormente competi lesionada e não obtive um resultado satisfatório, desta vez, quase 100% recuperada alcancei o primeiro lugar”, enfatizou.

    *Com informações da Assessoria

    Comentários