Fonte: OpenWeather

    Manaus FC


    Mesmo sem o título, Manaus FC teve a melhor campanha na Série D

    Com o melhor ataque, em 16 jogos o clube marcou 32 gols - uma média de dois gols por partida

    Time foi derrotado, mas fez história na Série D
    Time foi derrotado, mas fez história na Série D | Foto: Lucas Silva

    Manaus - Foi por pouco, mas muito pouco. Por pouco mais de 9 minutos - o gol do Brusque saiu aos 36 minutos do segundo tempo - o Manaus Futebol Clube não conquistou o título inédito de Campeão Brasileiro da Série D no último domingo (18).

    Apesar do título inédito ter escapado dos pés dos atletas do time amazonense, o clube criado no ano de 2013 tem muito a comemorar sobre a campanha histórica, que culminou com o vice-campeonato inédito, além do tão sonhado acesso para o Amazonas.

    A campanha

    O clube fechou a competição com a melhor campanha geral entre as equipes participantes, com 32 pontos ganhos em 16 jogos, tendo 9 vitórias, 5 empates e duas derrotas, para Caxias (RS) e São Raimundo (PA), já pelo mata-mata.

    Além disso, o clube fechou o torneio tendo o melhor ataque ao longo dos 16 jogos, marcando 32 gols e encerrando com média de 2 gols por partida, além de ter sofrido 16 gols na competição, média de 1 por jogo.

    Financeiro

    O clube chegou a ter salários atrasados na competição, o que já ficou no passado. Com a boa campanha, o time fechou o torneio com média de R$ 158 mil por partida disputada na competição, sendo o primeiro no ranking geral, tendo feito R$ 268 mil de renda bruta, sem os descontos devidos, que levou aos R$ 158 mil.

    A torcida foi a grande responsável por isso, levando o clube a uma média de 12.757 torcedores por jogo, impulsionados pelos públicos históricos das quartas de finais e na finalíssima, quando passaram dos 44 mil torcedores no estádio.

    Comentários