Fonte: OpenWeather

    Futsal


    Amazonense celebra tetra na Europa e aguarda volta da Champions League

    Após encerramento do torneio pelo coronavírus, amazonense Celino Alves celebra o tetracampeonato da liga maltesa de futebol

    Celino Alves comemora o 4º título na 6ª temporada com o Luxol St. Andrews
    Celino Alves comemora o 4º título na 6ª temporada com o Luxol St. Andrews | Foto: Reprodução/ Instagram @celinofutsal03

    Na 13ª temporada europeia, o amazonense Celino Alves, de 32 anos, conquistou o tetracampeonato da liga maltesa de futsal, pelo Luxol St. Andrews. O time encerrou a temporada invicto e consagrou-se campeão no dia 25 de maio, após encerramento do torneio pela Covid-19.

    "Foi um sentimento de alegria por mais uma conquista, mas nós, como jogadores, queríamos estar atuando até o final. Infelizmente isso não foi possível por causa da pandemia, mas merecíamos muito essa conquista por tudo que fizemos durante a temporada", destaca o ala/fixo da equipe de Malta.

    Esse foi o quatro título de Celino na sexta temporada com a camisa do Luxol. "A temporada estava sendo super positiva, com a equipe invicta, vencendo todos jogos disputados na liga e já classificada para a final", conta ele. Além do título da liga, com cinco pontos à frente do Valletta Futsal, o Luxol St. Andrews também estava com vaga garantida na semifinal da Copa Nacional e na fase principal da Champions League.

    "Ainda não temos previsão de quando voltarão as competições, vai depender das autoridades do país e da Uefa [entidade máxima do futebol europeu]. Talvez ao final do mês de junho saberemos algo sobre o calendário da próxima temporada", explica Celino Alves, à espera da sequência na Liga dos Campeões.

    Na temporada 2018/19, o amazonense foi eleito pela segunda vez o melhor jogador do Campeonato de futsal de Malta e também terminou a liga como o artilheiro, contabilizando 28 gols em 22 jogos. Ele também é o maior marcador do clube maltês no torneio da Uefa, com seis gols.

    Celino Alves deixou a capital amazonense aos 19 anos, rumo à Europa, para realizar o sonho de ser jogador de futsal profissionalmente. Após sete temporadas na Espanha, transferiu-se para a ilha de Malta, em 2014. Apesar da interrupção da temporada pelo coronavírus, Celino faz um balanço positivo e se declara ao país onde mora há seis anos e meio.

    "Quando tiveram os primeiros casos na ilha, as autoridades resolveram logo paralisar todas as competições e três semanas atras decidiram por finalizar. Somente na segunda-feira dessa semana nos declararam campeões. Enquanto isso, eu continuo minha rotina de treinos em casa, onde vivo com minha esposa e filha. A verdade que amamos o país", revela o jogador.

    Comentários