Fonte: OpenWeather

    Futebol


    Flamengo repete goleada de 1983, faz 5 a 1 e humilha o Corinthians

    Os gols cariocas foram de Everton Ribeiro, Natan, Vitinho, Bruno Henrique e Diego. Com destaques para Vitinho e Everton Ribeiro

    O Corinthians até tentou algumas triangulações e jogadas com Otero e Fagner, mas o atual campeão Brasileiro foi manteve o controle técnico do jogo | Foto: Daniel Vorley/Estadão Conteúdo

    O Flamengo ignorou a maratona de jogos e passou fácil pelo o Corinthians, por 5 a 1, na tarde deste domingo e assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro. A partida foi a estreia de Vagner Macini na Neo Química Arena e foi a maior goleada sofrida pelo Alvinegro em casa. 

    Os gols cariocas foram de Everton Ribeiro, Natan, Vitinho, Bruno Henrique e Diego e Vitinho. Pelos paulista Gil marcou. 

    Domínio rubro-negro

    Desde o início o Flamengo ditou as regras da partida. O time de Domènec Torrent controu o velocidade, teve mais posse bola e os destaques foram Vitinho e Everton Ribeiro.

    Aos 9 minutos, Pedro abriu o placar, mas o lance foi anulado porque a bola saiu pela linha lateral no começo da jogada.

    O Corinthians até tentou algumas triangulações e jogadas com Otero e Fagner, mas o atual campeão Brasileiro foi manteve o controle técnico do jogo. Até que aos 31 minutos,  Filipe Luís cruzou da esquerda, e Everton Ribeiro subiu mais que Lucas Piton e fez o primeiro gol do jogo. 

    A principal chance do Timão foi com Camacho, que acertou a trave após um chute de fora da área. 

    Segundo tempo

    O Flamengo voltou do intervalo implacável e, em 12 minutos, fez dois gols. Aos 6, Everton Ribeiro tirou de Otero, arrancou e tocou para Vitinho ajeitar e bater no cantinho da meta de Cássio.

    Cinco minutos depois, veio terceiro, que também passou por Everton Ribeiro. O capitão cobrou escanteio e Natan fez de cabeça. 

    O Corinthians tentou uma reação com Gil. O primeiro gol marcado pelo zagueiro foi anulado após análise do VAR. Mas, aos 18 minutos, depois de cobrança de falta de Luan, Gil sobiu mais que todo mundo cabeceou para o gol.

    *Com informações do R7

    Comentários