Fonte: OpenWeather

    Copa Sul-Americana


    Treinador do Vasco elogia jogadores em campo após vitória

    O treinador também explicou as escolhas na escalação e como foi o desempenho dos atletas em campo

    Segundo Sá Pinto, era necessário aumentar a média de altura do time, já que o adversário tem uma bola aérea forte
    Segundo Sá Pinto, era necessário aumentar a média de altura do time, já que o adversário tem uma bola aérea forte | Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

    O Vasco conseguiu a classificação para às oitavas de final da Copa Sul-Americana após um empate sem gols diante do Caracas, na Venezuela nesta quarta-feira (4). Como venceu a primeira partida em São Januário por 1 a 0, o Gigante da Colina avançou e agora vai encarar o Defensa y Justicia, da Argentina.

    Após o jogo, o técnico Ricardo Sá Pinto elogiou o comportamento dos jogadores em campo, principalmente por conta da atuação da arbitragem, que distribuiu cartões para os vascaínos e deixou de marcar três penalidades a favor do Cruzmaltino.

    "Os jogadores fizeram jogo muito bom, muito inteligentes. Tivemos que jogar contra más decisões de um árbitro. Condicionou o nosso time, e o nosso time teve que ter um controle emocional muito grande. Nos deu três amarelos sem necessidade alguma. Não marcou três pênaltis contra nós. Se tivesse o VAR, talvez marcasse. Provavelmente (o árbitro) teve um dia ruim", ressaltou. 

    O treinador também explicou as escolhas na escalação. Segundo Sá Pinto, era necessário aumentar a média de altura do time, já que o adversário tem uma bola aérea forte.

    O português gostou do que viu e afirmou que a escolha feita pela comissão técnica acabou sendo perfeita e o Gigante pouco foi assustado:

    "Hoje era estratégico, sabíamos do jogo aéreo deles e das segundas bolas. E do jogo interior que eles tinham e do número de jogadores que eles punham no ataque. Achei que era a melhor forma de parar o adversário como vimos. Era muito jogo direto, sempre em busca da segunda bola do Blanco para deixar para o Contreras, Celis ou Hernández, que são os jogadores rápidos e técnicos", explicou o técnico do Gigante da Colina.

    *Vasco da Gama

    Leia mais:

    Tiago Pará é o novo reforço do Fast Clube para Série D

    Polícia Civil faz operação contra torcida do Vasco no RJ

    Comentários