Fonte: OpenWeather

    Decisão


    Gabigol deve pagar 100 salários mínimos por festa em cassino

    Além do artilheiro da equipe rubro-negra carioca, a promotoria também solicitou o pagamento de prestação pecuniária a outras 20 pessoas

     

    O MP-SP também solicitou à Polícia Civil a instauração de inquérito para investgar delitos de lavagem de dinheiro e quadrilha
    O MP-SP também solicitou à Polícia Civil a instauração de inquérito para investgar delitos de lavagem de dinheiro e quadrilha | Foto: Alexandre Vidal / CRF

    O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) solicitou à Justiça, nesta quinta-feira (18), que o atacante Gabigol, do Flamengo, pague 100 salários mínimos por crime contra a saúde pública, após ser flagrado em aglomeração em cassino na zona sul de São Paulo.

    "Em face da prática de crime contra a saúde pública, foi ofertada a proposta de transação penal. Caso ele não aceite pagar, será processado. Quanto a contravenção de jogo de azar, terá diligências para apuração", disse a promotora de justiça Regiane Vinche Zampar Guimarães Pereira.

    Além do artilheiro da equipe rubro-negra carioca, a promotoria também solicitou o pagamento de prestação pecuniária a outras 20 pessoas. Os valores variam entre meio e 40 salários mínimos. Cerca de 200 pessoas participavam do evento no momento em que as autoridades chegaram ao local. Entre elas, o cantor MC Gui.

    O MP-SP também solicitou à Polícia Civil a instauração de inquérito para investigar delitos de lavagem de dinheiro e quadrilha.

    R7*

    Leia mais:

    Copa do Mundo de espada começa hoje (19)

    Carioca: Flamengo joga contra o Resende após semana de polêmicas 

    Comentários