Fonte: OpenWeather

    Mudanças


    FPF aprimora protocolo de saúde para volta do futebol paulista

    O aprimorado protocolo foi realizado pelo Comitê Médico da FPF, em conjunto com médicos dos 16 clubes da série principal do Campeonato Paulista

     

    O modelo prevê a organização de ambientes controlados
    O modelo prevê a organização de ambientes controlados | Foto: Ivan Storti- Santos

    Nesta segunda-feira (29), a Federação Paulista de Futebol (FPF), os 16 clubes da série principal do Paulistão, os Sindicatos dos Atletas, dos Árbitros e dos Treinadores apresentaram, em nota oficial, um protocolo ainda mais rigoroso para tentar evitar os riscos de transmissão do novo coronavírus.

    Devido à alta da pandemia, os jogos de futebol estão proibidos desde o dia 15 de março. Na sexta-feira (26), o governo paulista prorrogou a suspensão do Paulistão até o dia 11 de abril.

    O modelo prevê a organização de ambientes controlados, em que os clubes ficarão isolados em centros de treinamento ou hotéis, se deslocando apenas para os jogos. O documento cita maior frequência de testagens, redução de efetivo de pessoas nos jogos, entre outras medidas.

    “Os clubes e a FPF ressaltam que este cenário com a renovação da fase emergencial gera um enorme retrocesso no controle de saúde dos atletas e comissões técnicas, além de um enorme prejuízo técnico”, explica a nota da Federação, que espera conseguir autorização das autoridades para realizar jogos até 11 de abril. O aprimorado protocolo foi realizado pelo Comitê Médico da FPF, em conjunto com médicos dos 16 clubes da série principal do Campeonato Paulista.

    Leia mais:

    Futevôlei funcional ganha espaço no esporte amazonense

    CBF divulga tabela da Série C e Manaus estreia contra o Santa Cruz

    Comentários