Fonte: OpenWeather

    Olimpíadas


    Olimpíadas: Edina Alves será única juíza de campo do Brasil

    Desde 2016 a paranaense integra o quadro de arbitragem da Fifa

     

     Edina Alves já atuou na Série A do Campeonato Brasileiro Masculino e em uma semifinal da Copa do Mundo Feminina (2019)
    Edina Alves já atuou na Série A do Campeonato Brasileiro Masculino e em uma semifinal da Copa do Mundo Feminina (2019) | Foto: Divulgação CBF

    Foi anunciado nesta  sexta-feira (23) pela Fifa que a paranaense Edina Alves Batista, de 41 anos, será juíza de campo nas partidas de futebol femininas e masculina da  Olimpíada de Tóquio (Japão). Edina desponta como a única brasileira na lista de 25 juízes.

    Em nota, a Fifa contou que oficializou ao todo 99 árbitros para os Jogos de Tóquio: 25 juízes de campo, 50 árbitros-assistentes, 20 árbitros de vídeo (VAR) e quatro de apoio. 

      "A preparação dos árbitros indicados para essas competições importantes será monitorada regularmente e de perto antes durante os Jogos Olímpicos por uma equipe de treinadores técnicos, incluindo árbitros da FIFA e instrutores de árbitros assistentes de vídeo (VAR), preparadores físicos, fisioterapeutas e cientistas do esporte, fornecendo aos árbitros, árbitros assistentes e árbitros assistentes de vídeo a melhor preparação e apoio possíveis"  

    No início de fevereiro deste ano,  Edina Alves comandou o trio de arbitragem no Mundial de Clubes da Fifa, no Catar. Desde 2016 a paranaense integra o quadro de arbitragem da Fifa. Edina Alves já atuou na Série A do Campeonato Brasileiro Masculino e em uma semifinal da Copa do Mundo Feminina (2019).

    Leia mais:

    Tiago Nunes é o novo técnico do Grêmio

    Vídeo: juiz desmaia durante jogo entre Costa do Marfim e Etiópia

    Comentários