Fonte: OpenWeather

    Libertadores da América


    Flamengo duela contra o Unión La Calera, no Maracanã

    Em casa, o Flamengo tem a chance de demonstrar superioridade em campo e ir e busca de mais um título na temporada

     

    O Flamengo é o líder do grupo G com três pontos
    O Flamengo é o líder do grupo G com três pontos | Foto: Marcelo Cortes / CRF

    Após conquistar a 23ª Taça Guanabara, o Flamengo volta a campo nesta terça-feira para enfrentar o Unión La Calera, pela Libertadores, no Maracanã, às 19h15.

    O elenco se reapresentou na manhã do último domingo (25) com a supervisão de Rogério Ceni. Uma das preocupações do treinador segue sendo o desempenho defensivo. Mais uma vez a equipe levou um gol do Volta Redonda, que quase não foi ao ataque. O gol do Voltaço saiu na cobrança de um escanteio.

    O treinador lamentou o caso durante entrevista coletiva e afirma que o treino servirá para superar dificuldades em campo.

     

    Ceni avaliou grupo
    Ceni avaliou grupo | Foto: Alexandre Vidal / CRF

      "Trabalhamos só escanteio defensivo e mesmo assim sofremos o gol. É chato, acho que é o quarto gol em cinco jogos que sofremos de bola parada".  

    Para o jogo desta terça, o Flamengo não conta com Rodrigo Caio, pois o jogador se recupera de um incômodo no músculo adutor da coxa direita.

    A tendência é que Ceni volte a escalar dupla de zaga que estreou na Libertadores contra o Vélez, na Argentina.

    Sobre o Unión La Calera, Ceni avaliou mediante desempenho nos últimos jogos da Libertadores.

      “É uma equipe que para mim não há surpresa. É uma equipe com investimento grande, que vem bem no campeonato chileno, jogou melhor que o LDU, em casa, no jogo passado, até mereceu a vitória, mas sofreu com um empate. Possui jogadores técnicos, rápidos e que tocam bem a bola. Eles vão trazer dificuldades para o Flamengo. Vai ser uma chave mais equilibrada do que muitos imaginavam”  

    O Flamengo é o líder do grupo G com três pontos e os torcedores acreditam que o time possa conquistar o troféu da competição. O torcedor Antônio Carvalho aposta no ataque para os resultados positivos em campo.

    “O que temos de melhor é o ataque. Se cumprir com suas obrigações e o meio de campo criar e apoiar teremos o necessário e o suficiente. Defesa já é outra coisa, depende da criatividade dos adversários, só precisamos estar atentos e saber botar a bola em jogo. Sempre seremos Flamengo e estamos na torcida”, comentou confiante. 

    Leia mais:

    Flamengo estreia na Libertadores e vence Vélez Sarsfield

    Arrascaeta é eleito craque e dono do melhor gol na Libertadores

    Comentários