Fonte: OpenWeather

    Ginástica


    Vídeo: Rebeca Andrade é ouro na ginástica ao som de “Baile de Favela”

    Ao som de “Baile de Favela”, do MC João, a ginasta fez sua apresentação no Rio de Janeiro

     

    A ginasta Rebeca Andrade foi ouro e conquistou a vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio
    A ginasta Rebeca Andrade foi ouro e conquistou a vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio | Foto: Marcelo Cortes/CRF

    A ginástica artística é uma das modalidades que mais traz medalhas para o Brasil em Olimpíadas. Nomes como Diego Hypólito, Daniele Hypólito, Daiane dos Santos e Arthur Zanetti, podem ficar na memória porque vem uma nova geração da ginástica que pretende subir mais vezes aos pódios de Tóquio. 

    A ginasta Rebeca Andrade foi ouro e conquistou a vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio com a performance com uma trilha sonora bem brasileira e que dá destaque para o funk nacional. Ela se apresnetou no Campeonato Pan-Americano de ginástica

    Ao som de “Baile de Favela”, do MC João, a ginasta fez sua apresentação no último sábado (5), no Rio de Janeiro. A atleta do Flamengo, de 22 anos, recebeu inúmeros comentários positivos pela escolha da música. Ela disse ao site Globo Esporte que a repercussão foi positiva. 

    "

    É muito legal, porque a gente não vê muitas pessoas negras no esporte. Hoje em dia que está aparecendo mais. A gente pode se espelhar. Eu inspiro outras meninas, outras crianças. Isso é muito bom para o esporte. Está sendo muito legal. Abro as redes sociais, e um monte de página falando sobre minha música, sobre a minha série. É muito bom ter meu trabalho reconhecido, porque é muito esforço, muito suor, muita alegria para que tudo isso aconteça. Fico bem feliz "

    Rebeca Andrade, atleta

     

    Ela sempre surpreende quando o assunto é performance e escolha da música. Rebeca já se apresentou ao som de Beyoncé nas Olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016. Agora, a ginasta garante a segunda vaga na ginástica artística para representar o Brasil em Tóquio, junto com Flávia Saraiva.

    Veja a apresentação da ginasta:

    Capa do Vídeo
    | Autor: Reprodução
     


    "

    A música foi uma surpresa do coreografo Rhony (Ferreira). Estava saindo da Beyoncé de 2016 e achei muito diferente no começo: 'Meu Deus, vou sair de Beyoncé para um funk'. Foi diferente. Hoje adoro a música, acho que combina muito comigo. Fiquei muito feliz que as pessoas gostaram também. Isso é muito importante na ginástica. Está sendo incrível "

    Rebeca Andrade, Ginasta

     

    O Pan-Americano é uma das maiores competições internacionais e o Brasil estreou na última sexta-feira (4) na ginástica artística.

    Leia mais:

    Brasil é escolhido como sede do Pan de ginástica 

    Escolinha de ginástica abre inscrições em Manaus; veja

    Comentários