Fonte: OpenWeather

    Desenvolvimento infantil


    Esportes auxiliam no desenvolvimento infantil; saiba quais

    A prática de esportes desde a infância colabora para o desenvolvimento físico e mental das crianças, além de ser muito útil para o futuro dos pequenos

     

    O esporte na infância traz inúmeros benefícios
    O esporte na infância traz inúmeros benefícios | Foto: Fernanda Paradizo

    Que a prática de esportes traz inúmero benefícios para os adultos, isso não é novidade. Porém, se a experiência na área começa desde a infância, as atividades esportivas podem trazer o dobro de vantagens, e até mesmo colaborar com o desenvolvimento das crianças. 

    O esporte na infância, além de ajudar no desenvolvimento físico possibilitando uma vida saudável, ainda ajuda no desenvolvimento psicológico e social da criança. Pais e responsáveis escolhem colocar os filhos nas atividades ainda na infância e a escolha influencia diretamente no futuro dos pequenos. 

    O ortopedista César Sanches afirma que a prática de atividades esportivas nos primeiros anos, ajuda em muitas áreas do desenvolvimento e incentivam mudanças que são aprimoradas com os esportes. 

    "

    As atividades físicas, de uma forma geral, auxiliam no processo de maturação biológica, termo técnico que elenca todas as mudanças fisiológicas que fazem parte do crescimento de uma criança. "

    César Sanches, Ortopedista

     

    O médico ainda descreve alguns dos benefícios que a prática pode trazer para a saúde da criança. “Fatores como coordenação motora, capacidade aeróbica, potência, velocidade, força e flexibilidade são estimulados e aprimorados com o esporte”, conta. 

    O esporte na vida da criança PcD

     

    A inclusão social no esporte colabora para a sociabilidade e aumenta o condicionamento físico das crianças PCDs
    A inclusão social no esporte colabora para a sociabilidade e aumenta o condicionamento físico das crianças PCDs | Foto: Agência Brasil

    A categoria esportiva pode se adaptar facilmente à inclusão social das Pessoas com Deficiência (PcD). Assim como é importante para qualquer criança, é especialmente necessária para as crianças que são portadoras de deficiência física. 

      Além de incentivar a socialização da criança, que já tem que lidar com problemas como a limitação e a falta de lugares adequados para recebê-la, o esporte possibilita o aumento da autoestima e segurança.  

    “Muito além das vantagens do condicionamento físico, a melhora da autoestima e o aprimoramento da personalidade auxiliam positivamente na socialização da criança e do adolescente”, define César.

    O grande questionamento é se há algum esporte que não seja adequado para essas crianças? 

    Sanches afirma que a primeira coisa que os pais devem fazer é buscar maneiras de adequar o esporte e o treino para a criança. Além disso, não há malefícios para a saúde. 

    "

    O importante é definir as limitações, tanto físicas quanto fisiológicas, buscando uma modalidade ou um treinamento adaptado. Não há desvantagens para essas crianças. "

    César Sanches, Ortopedista

     

    Ou seja, os esportes podem trazer uma melhora na vida dos pequenos que possuem necessidades especiais e podem, até, facilitar a vida dessas crianças. O médico ainda relembra os atletas paraolímpicos, que apesar de suas limitações, demonstram uma capacidade similar ou maior, a de qualquer pessoa que não tenha deficiência. 

    “Com relação às deficiências físicas, basta lembrarmos dos fantásticos atletas paraolímpicos, com índices por vezes acima dos alcançados por atletas sem deficiência”, lembra o médico. 


    Mudando a vida de uma criança

     

    Adriele Marcela é uma das revelações da natação manauara
    Adriele Marcela é uma das revelações da natação manauara | Foto: Arquivo pessoal

    A nadadora Adriele Marcela, de 10 anos, viu a vida mudar quando começou a praticar natação. A prodígio da do esporte acumula vitórias em diversos campeonatos pelo país e investe no sonho, de um dia, ser uma campeã olímpica.

    O pai da atleta, Adinilson Cordeiro Coelho, conta que tudo começou quando ela tinha sete anos, em uma viagem em que a menina quase se afogou na piscina do parque aquático. Após o episódio, assim voltaram para Manaus, o pai decidiu matricular a filha na academia de natação. 

    Com treinos de segunda a sábado, com duas horas por dia, o pai revela que após a dedicação da filha ao esporte, o desenvolvimento teve mudanças significativas. 

    "

    Os benefícios são tantos, começando pela saúde. Ela está sempre em forma e bem disposta, e também tem um outro fator que é a socialização. Hoje, Adriele tem muitos amigos no meio da natação, inclusive de outros estados. "

    Adinilson Cordeiro Coelho, Pai de Adriele Marcela

     

     

    A atleta mirim teve um desenvolvimento perceptível para os pais após a dedicação ao esporte
    A atleta mirim teve um desenvolvimento perceptível para os pais após a dedicação ao esporte | Foto: Arquivo pessoal

    A prática é aprovada pelo ortopedista César Sanches, que acredita que se houver um acompanhamento adequado, o esporte poderá trazer ótimos resultados para o futuro das crianças.

    "Quanto mais cedo iniciar um treinamento, desde que realizado com acompanhamento adequado e profissional, melhores serão os resultados no futuro para a vida da criança", comentou. 

    Esportes recomendados

     

    O futebol é um dos esportes que ajuda no desenvolvimento das crianças
    O futebol é um dos esportes que ajuda no desenvolvimento das crianças | Foto: Arquivo/Em Tempo

    Existem diversos esportes que são recomendados para crianças e cada um deles podem trazer diferentes benefícios. A escolha da atividade vai depender do que os pais querem desenvolver, apesar de que qualquer escolha é benéfica para os pequenos. 

    Na primeira infância - que vai de 0 a 6 anos - o médico César indica atividade lúdicas que são essenciais e ajudam na coordenação e equilíbrio, principalmente por ser uma fase onde a flexibilidade é bem marcante.

    Já na  fase pré-escolar - de 4 a 6 anos - a natação tem a vantagem de melhorar a capacidade pulmonar e oferecer menor risco de lesões traumáticas para as crianças.


     

    A natação melhora a capacidade pulmonar da criança
    A natação melhora a capacidade pulmonar da criança | Foto: Arquivo/Em Tempo

    O médico também indica as artes marciais, principalmente para as criança hiperativas, já que podem estimular a disciplina. 

    Sanches ainda indica os esportes praticados em campos, como o futebol, que auxiliam diretamente na percepção espacial e na noção de coletividade. 

    O médico ainda ressalta uma questão: é necessário ter cautela na escolha do esporte e alinhar com os gostos da criança. Já que se não for assim, isso pode desestimular

     

    Artes marciais também são indicadas para as crianças, principalmente cm hiperatividade
    Artes marciais também são indicadas para as crianças, principalmente cm hiperatividade | Foto: Êloi Correa


    Corpo e mente da criança 

    A ligação corpo e mente promovida pelo esporte é a principal vantagem que as atividades podem trazer para a vida das crianças. O médico afirma que ambos tem uma ligação direta e que moldam a vivência.

    "A maturação biológica é um fator determinante na evolução do desempenho motor de crianças e adolescentes, mas é incontestável a questão psicológica em qualquer modalidade. Não há como desvencilhar",  declarou. 

    O médico ainda finaliza contando que a se a criança estiver bem ou não mentalmente, pode influenciar diretamente no desempenho do pequeno atleta, pois se tiver autoestima, a criança terá resultados positivos aos final da competição.

     Leia mais: 

    Parque Cidade da Criança será reaberto em Manaus após revitalização

    Manaus abre inscrições para “Jogos Adaptados André Vidal” de 2021

    Projeto em Manaus proporciona esporte acessível para PCDs

    Comentários