Fonte: OpenWeather

    Polêmica


    Najila Trindade nega tentativa de extorsão contra Neymar

    Segundo o pai do jogador, os advogados da modelo brasileira pediram dinheiro para que o caso não fosse denunciado

    O crime teria acontecido no dia 15 de maio na França | Foto: Divulgação

    A modelo Najila Trindade falou pela primeira vez sobre a acusação de estupro contra Neymar. Em entrevista veiculada pelo SBT na noite desta quarta (5), ela reforçou as acusações contra o jogador do PSG e da Seleção Brasileira, deu a sua versão sobre o que aconteceu em Paris e negou que tenha tentado extorquir dinheiro de Neymar.

    -Eu fui vítima de estupro. Agressão e estupro. Eu quero justiça. Ele me fez muito mal e estou muito traumatizada até hoje por isso. Quero que ele pague pelo que ele fez - disse Najila ao jornalista Roberto Cabrini.

    Como já havia registrado no Boletim de Ocorrência, a modelo disse que Neymar pagou suas passagens e sua hospedagem em Paris. E disse que gostaria de ter ficado com o jogador, mas, é claro, de forma consensual.

    - Era um desejo meu, ficou até claro pra ele isso. Ele perguntou quando eu poderia ir e eu disse que não poderia por questões financeiras e do meu trabalho. Aí ele sugeriu que poderia resolver isso - disse a modelo antes de detalhar a sua versão sobre o ocorrido no quarto do hotel:

    - Quando ele chegou lá, estava agressivo, totalmente diferente do cara que conheci nas mensagens. Mas até aí tudo bem, como eu tinha muita vontade de ficar com ele, eu falei "ok, vou tentar manejar aqui", e a gente começou a trocar caricias. Só que depois ele começou a me bater. Nos primeiro, tava tudo certo. Só que começou a me machucar muito. E eu falei: "Para, está doendo". Ele pediu desculpar e continuamos deitados na cama. Eu perguntei se ele tinha preservativo e ele disse que não. Aí eu falei que dali para frente não ia acontecer nada além disso. Então, ele me virou e cometeu o ato. Eu pedi para ele parar e, enquanto ele cometia o ato, ele batia na minha bunda violentamente. eu girei e me retirei, foi questão de segundos. eu falei "para, para, não". Ele não se comunicava, só agia - disse Najila, antes de completar:

    - Quando eu levantei da cama e fui para o banheiro, eu não acreditei, fiquei pensando, estarrecida, eu não consegui falar nada pra ele, não consegui xingar, nada. Só fiquei em estado de choque.

    Perguntada sobre a troca de mensagens que teve com Neymar após aquela noite, divulgadas pelo próprio jogador em vídeo no "Instagram", Najila disse que precisava das conversas para ter provas contra o atacante.

    - Eu tive que assimilar tudo. Quando ele saiu do quarto, comecei a entender tudo o que aconteceu comigo, como ele foi estúpido e ruim, como ele me violou e me violentou. Eu quis fazer justiça. Não acho que só porque eu estava a fim de ficar com ele, ele tinha o direito de fazer aquilo comigo. No primeiro momento eu não consegui reagir por causa do trauma. Eu sabia que se eu não falasse com ele normalmente, fingindo que não tinha acontecido o que aconteceu, ele não iria mais falar comigo. Eu não teria como provar o que ele fez comigo.Sobre a fala do pai de Neymar, de que haviam tentado tirar dinheiro do Neymar para evitar as acusações, a modelo revelou que desconfiou que isso possa ter partido de seus ex-advogados.

    - Da minha parte não (teve tentativa de extorsão). Eu comecei a desconfiar disso no momento que ele não deixava eu dar queixa. Fui a policia contra a vontade dos meus advogados. Quando eu tomei essa decisão ele resolveu deixar o caso. Ele falou que ia fazer uma reunião com os advogados dele (Neymar), que ia levar até eles o que estava acontecendo.

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Vídeo mostra Najila agredindo Neymar

    'Fui vítima de estupro', diz Najila, mulher que acusa Neymar, à TV

    Comentários