Fonte: OpenWeather

    Entrevista


    Marieta Severo lamenta situação da Cultura no governo Bolsonaro

    Atriz participou do 'Cinejornal', no Canal Brasil

    Marieta afirma ainda ter esperança no futuro | Foto: Divulgação

    Marieta Severo ficou entre os tópicos mais comentados do Twitter por conta de sua entrevista ao "Cinejornal", do Canal Brasil, que foi ao ar nesta quinta-feira (19). Na atração, a atriz lamentou a situação da Cultura no governo Bolsonaro. A atriz relacionou o desmonte da Ancine com o da Embrafilme.

    Em trecho divulgado no Twitter, Marieta afirma ainda ter esperança no futuro. "Que momento é esse, muito louco, que eu achei que não ia viver de novo, né?", disse a atriz, fazendo referência ao governo Collor. "O Collor ele terminou com a Embrafilme em um processo muito vingativo com os artistas. A gente tinha uma produção com a Embrafilme de cento e poucos filmes por ano e a gente caiu para um filme. Foi uma catástrofe", relembrou. 

    "Aí agora, plaft, vieram de novo para cima da gente. Foram em cima da Ancine, pararam as produções. A gente erra. Tudo que o ser humano faz é impregnado de erro. Tem erro na Ancine? Vamos corrigir. Tem erro na Embrafilme? Vamos corrigir", disse. 

    A atriz garantiu que a arte "sempre renasce". "A Arte, a ficção, a cultura, sempre, sempre renasce. Ela é fundamental para o ser humano. Ela é fundamental para um país. Ela é a alma do país. Ela que mostra para o mundo, para todo mundo quem a gente é. A gente retoma e, sempre retomará", finalizou. 

    A repercussão nas redes sociais foi grande. O youtuber Felipe Neto elogiou a atriz. "Marieta Severo, você é uma musa inspiradora, uma Deusa da história cultural deste país. Que palavras, que coragem, que mulher! O Brasil te ama, Marieta. São discursos assim que entrarão para a história", afirmou. 

    Comentários