Fonte: OpenWeather

    Saúde e Bem Estar


    A saúde e a importância do autocuidado

    O autocuidado vai desde a realização de check-up anual, até ações diárias como ir ao cabeleireiro, à manicure, meditar e praticar atividade física.

    Sharon Feder
    Sharon Feder | Foto: Reprodução

    Manaus - Em tempos de pós-modernidade em que a carreira transformou-se na maior preocupação da vida das pessoas, muita gente se esquece do autocuidado, fundamental para se viver com qualidade de vida e com saúde. O autocuidado vai desde a realização de check-up anual, até ações diárias como ir ao cabeleireiro, à manicure, meditar e praticar atividade física.

    Ao nos cuidarmos, prevenimos doenças, tanto físicas, quanto emocionais e aumentamos nossas chances da longevidade. Além disso, os cuidados conosco mesmos, aumentam nossa autoestima e autoimagem, essenciais para lidarmos com a vida de forma positiva. Por último, o autocuidado é uma forma de fortalecermos nossa mente e corpo para estarmos fortes em momentos de dificuldades.

    De acordo com a psicológa e Coach de Saúde e Bem-Estar Sharon Feder, é preciso procurar um médico pelo menos uma vez por ano. "Isso pode variar se houver alguma patologia estabelecida. Nesse caso, as visitas devem ser frequentes, porém o check up anual não pode ser negligenciado", ressalta. 

    A terapia é um momento da pessoa com ela mesmo, uma jornada de autoconhecimento
    A terapia é um momento da pessoa com ela mesmo, uma jornada de autoconhecimento | Foto: Reprodução

    Terapia

    Em relação a terapia, Sharon Feder diz que, muitas vezes, os indivíduos se esquecem da importância de cuidar das emoções. "Por meio da terapia, temos novas ferramentas e recursos para lidarmos com as dificuldades da vida. Aprendemos a nos amar e a cuidar de nós mesmos. A terapia é um momento da pessoa com ela mesmo, uma jornada de autoconhecimento. Ao nos conhecermos, desenvolvemos uma saúde mental equilibrada. Acredito na importância da terapia como uma oportunidade para levar a vida de forma mais leve, positiva e resiliente. Acho que todos deveriam passar pelo processo, pelo menos em um período da vida, para entrar em contato com seu lado interior", completa.

    Crise

    Em tempos de crise econômica, o estresse está muito presente. Para evitar passar por momentos de angústia, a especialista diz que o melhor é o planejamento."O estresse esta presente em nossas vidas diariamente e com a crise, se potencializa. A melhor forma de evitar a tensão nervosa é trabalhar com organização e planejamento. Desta forma, você não é pego de surpresa e tem alternativas no caso das coisas não sairem conforme planejado".

    Atividade Física

    Outro aspecto da vida que não pode ser deixado de lado é a prática da atividade física. "A atividade física pode ser praticada em todos momentos. Você pode incluir pequenas ações no seu dia a dia e ir aumentando a frequência da prática, tais como, subir e descer escadas, ao invés de pegar o elevador, pegar uma bike para andar na ciclofaixa para precorrer caminhos curtos, realizar faxinas pesadas. Além disso, os parques são acessíveis a todos e você pode incluir caminhadas e corridas semanalmente na rotina", aconselha Sharon.

    Sedentarismo

    E mesmo pessoas sedentárias, podem mudar para conseguir um estilo de vida com mais saúde. Uma vida ativa não significa estar na academia 24 horas por dia. "Um estilo de vida saudável contempla tomar água de forma regular, ingerir alimentos saudáveis como frutas e verduras, evitar frituras e bebida alcoólicas, e dormir, pelo menos, sete horas por dia. Sair do sedentarismo é uma opção e a atividade física é essencial, para começar deixando o carro na garagem e passar a fazer caminhadas pelo bairro", finaliza a especialista. 

    Leia mais:

    Você sabia que água com limão pode ajudar no emagrecimento?

    Estudo indicar aspirina contra alzheimer

    Médicos alertam sobre importância da vitamina D

    Mulheres têm mais diabetes, diz pesquisa

    Conheça três métodos contraceptivos para evitar gravidez indesejada


    Comentários