Fonte: OpenWeather

    Veículos


    Veja as novidades do mercado de veículos pesados

    O Stralis NP foi eleito “caminhão de baixa emissão de carbono de 2018”, na Inglaterra, e “caminhão sustentável de 2019”, na Itália

    Na operação com biometano, a redução de CO2 é de 95%
    Na operação com biometano, a redução de CO2 é de 95% | Foto: Divulgação


    A Iveco entregou 30 unidades do Stralis NP para o Group Jost, da cidade belga de Herstal. A transportadora pretende converter 35% da sua frota atual, de veículos movidos a diesel, para Gás Natural Veicular (GNV) até 2020.

    O Stralis NP foi eleito “caminhão de baixa emissão de carbono de 2018”, na Inglaterra, e “caminhão sustentável de 2019”, na Itália, e proporciona redução de 99% das emissões de material particulado e 90% de NO2, em comparação com os padrões Euro VI.

    Na operação com biometano, a redução de CO2 é de 95%. Além de seus benefícios ambientais, o Stralis NP permite economia significativa de combustível. A versão de 460 cavalos, com tanque duplo de GNV, apresenta tecnologias de eficiência, que resultam em até 15% menos consumo de combustível e um custo total de propriedade até 9% menor do que um caminhão movido a diesel. 

    Na terra do frevo

    As empresas Cidade Alta Transportes e Rodotur Turismo Ltda., ambas da cidade pernambucana de Olinda, na região metropolitana do Recife, adquiriram 89 ônibus Marcopolo Torino.

    Os veículos serão utilizados no transporte urbano e fazem parte da renovação de frota das duas operadoras. As empresas compõem o Consórcio Conorte, formado durante a primeira etapa da licitação do sistema Grande Recife em 2013.

    Das 89 unidades fornecidas para as duas empresas, 77 têm configuração convencional, com 12,5 metros de comprimento, três portas do lado direito, chassi Mercedes-Benz OF-1721 e Volkswagen 17.230 OD e capacidade para 34 passageiros sentados em poltronas City estofadas.

    As 12 restantes têm 11,2 metros de comprimento, são equipadas com chassi Mercedes-Benz OF-1519 e Volkswagen 15.190 OD e capacidade para 32 passageiros sentados, também em poltronas City estofadas. Todos os veículos têm elevador Dhollandia na porta central para total acessibilidade, dois itinerários eletrônicos frontais e sistema biométrico de reconhecimento facial.

    Polícia do altiplano 

    Sete novos caminhões Volkswagen, de uma frota total de 15, acabam de chegar à Bolívia para reforçar a operação da Policía Nacional de Bolivia, na capital La Paz e nas cidades de Cochabamba e Santa Cruz de la Sierra.

    O lote é composto pelos modelos Worker 10.150 com implementos de içamento e reboque. Para o sucesso da negociação, a estratégia de veículos sob medida contou pontos a combinação de grua e plataforma hidráulica para auto-socorro para cargas úteis de até 3,5 mil quilos.

    “Graças ao conjunto, é possível tanto rebocar veículos estacionados em vias proibidas, por exemplo, quanto prestar socorro em caso de panes ou acidentes”, explica Ricardo Aguirre, Gerente de Marketing da Hansa, importador oficial da VW Caminhões e Ônibus na Bolívia. 

    Na coleta

    O veículo começou a rodar em fase de testes no serviço de coleta urbana em Fortaleza
    O veículo começou a rodar em fase de testes no serviço de coleta urbana em Fortaleza | Foto: Divulgação


    A Ford entregou para a empresa cearense Marquise Ambiental um protótipo do novo Cargo Kolector 8x2 com coletor/compactador de 24 metros cúbicos, o primeiro caminhão do segmento no Brasil com essa capacidade. O maior caminhão de lixo do país oferece uma capacidade 14% acima do maior disponível atualmente no mercado, com 21 metros cúbicos.

    O veículo começou a rodar em fase de testes no serviço de coleta urbana em Fortaleza, onde a empresa tem sua sede. Ele tem como base o Ford Cargo 1723 8x2, com segundo eixo dianteiro direcional, suspensão pneumática e transmissão automatizada Torqshift, dotada de vários recursos para o aumento da produtividade.

    Como todo modelo Ford Kolector, o veículo já vem preparado de fábrica com itens que facilitam a instalação do implemento e a operação, como escapamento vertical, chassi reforçado, suspensão recalibrada, para-choque estreito, protetor do radiador, câmeras de freio tipo pistão, tomada de força traseira e bancos de vinil. 

    Leia mais

    Veja lançamentos de carros mais esperados para 2019

    Câmbio automatizado do Fiat Argo é diferencial, mas recebe críticas

    Produzida em Manaus, a Honda PCX 150 ganha novidades

    Comentários