Fonte: OpenWeather

    Ônibus


    Marcopolo entrega novos ônibus para o mercado

    A Marcopolo, em parceria com a Volvo, fez a entrega de 120 novos ônibus para o sistema de transporte público urbano

    Ônibus Marcopolo Torino produzidos no Espírito Santo. | Foto: Divulgação

    A Marcopolo fez a entrega dos primeiros vinte novos ônibus urbanos do modelo Torino – de um total de 88 unidades – que serão fornecidas aos Consórcios Sudoeste e Atlântico Sul. Os veículos serão utilizados no sistema troncal da Grande Vitória, no Espírito Santo. Os coletivos foram encarroçados na fábrica da Marcopolo em São Mateus, no Litoral Norte capixaba, que produz principalmente ônibus dos modelos Volare, mas está ampliando a produção do Torino.

    Os investimentos e empregos gerados também cresceram. No primeiro semestre de 2018, a Marcopolo investiu R$ 7,5 milhões na unidade industrial do Espírito Santo, de um total de R$ 100 milhões desde 2012.

    O número de funcionários foi ampliado de cem para cerca de quinhentos. De acordo com o governador capixaba, Renato Casagrande, a compra faz parte de um programa de renovação de frota. Os veículos têm Wi-Fi, equipamento de acessibilidade para cadeirantes e componentes de leds no sistema de iluminação. “Durante os meses de julho, agosto e setembro, faremos a entrega das outras 68 unidades”, avisou Rodrigo Pikussa, diretor do Negócio Ônibus da Marcopolo.

    Modelo de negócios

    Algumas das diversas configurações da linha Sprinter foram os destaques do estande da Mercedes-Benz na ABF Franchising Expo 2019, evento realizado no final de junho no Expo Center Norte, na capital paulista. Segundo a Associação Brasileira de Franchising, o faturamento do setor em 2018 se aproximou dos R$ 175 bilhões, o que resultou em um crescimento de mais de 7% sobre os R$ 163 bilhões do ano anterior. Os segmentos que mais cresceram foram os de Entretenimento e Lazer (12,7%), Hotelaria e Turismo (12,3%), Serviços e outros negócios (8,7%), Casa e Construção (8,6%), Comunicação, Informática e Eletrônicos (7,5%), Alimentação (7%) e Saúde, Beleza e Bem-Estar (6,3%).

    Linha Mercedes-Benz Sprinter
    Linha Mercedes-Benz Sprinter | Foto: Divulgação

    “Os furgões e chassis com cabina da Linha Sprinter agregam disponibilidade e uma imagem altamente positiva para quem atua no transporte de carga e distribuição de mercadorias, bem como no comércio e prestação de serviços”, diz Jefferson Ferrarez, diretor de Vendas e Marketing Vans da Mercedes-Benz do Brasil.

    A oferta de furgões Sprinter abrange diversas opções de capacidade volumétrica de carga, que vão de 7,5 m3 a 15,5 m3. A maior porta lateral corrediça da categoria, com até 1,82 metro de altura e 1,30 metro de largura, permite o carregamento de um palete pela lateral do veículo, o que também pode ser feito pela porta traseira, agilizando e otimizando a operação logística. No caso do chassi Sprinter, que é encarroçado por empresas implementadoras, existem opções de vários tipos de carrocerias e equipamentos, como baú, carga seca, baú frigorificado, carga seca aberta e bebidas, entre outras.

    Ritmo urbano

    A equipe técnica da Volkswagen Caminhões e Ônibus homologou o baú de alumínio desenvolvido pela 4Truck para o caminhão leve Delivery Express. Com 4,40 metros de comprimento e para-choque parafusado (sem uso de solda ou perfuração no chassi original), o implemento tem o maior comprimento do mercado para o segmento. O baú de alumínio tem 2,20 metros de largura e 2,20 metros de altura, sendo essa passível de alteração conforme a necessidade do cliente. Projetos especiais também foram desenvolvidos para baús lonados e carrocerias carga seca.

    Baú 4Truck homologado para o caminhão Volkswagen Delivery Express
    Baú 4Truck homologado para o caminhão Volkswagen Delivery Express | Foto: Divulgação

    O baú começou a ser desenvolvido pela indústria de implementos rodoviários para o transporte de cargas sediada na cidade paulista de Guarulhos em meados de 2018, mas só recentemente foi validado pela área de Engenharia da montadora alemã. Alguns dos principais atributos do modelo são a leveza do implemento, a maior capacidade de carga e a manutenção do chassi em seu estado original.

    “Considerando a mesma altura e largura, nosso projeto de maior comprimento chega a fornecer 0,6 m3 a mais de espaço interno no baú e, consequentemente, mais espaço para o transporte de cargas volumosas. Além disso, o implemento é bastante leve, uma vez que boa parte da caixa de carga é confeccionada em alumínio, com perfis e chapas”, explica Osmar Oliveira, CEO da 4Truck.

    Na rota do Pacífico

    A Marcopolo, em parceria com a Volvo, fez a entrega de 120 novos ônibus para o sistema de transporte público urbano da cidade de Santiago, o Red Mobilidad (ex-Transantiago). É o primeiro fornecimento depois da mudança de nome do sistema, ocorrida em março passado e anunciada pelo presidente Sebastián Piñera. Os veículos foram entregues para a operadora Subus, uma das principais da capital chilena.

    Ônibus Volvo Marcopolo Torino no Chile
    Ônibus Volvo Marcopolo Torino no Chile | Foto: Divulgação

    Do modelo Torino Low Entry, com 13,20 metros de comprimento, os ônibus montados pela encarroçadora gaúcha incorporam a tecnologia Euro 6, a mais avançada para redução da emissão de poluentes em motores a diesel, com 66% menos Material Particulado e 80% menos NOx do que os atuais veículos em operação. Os novos ônibus Torino têm transmissão automática e contam com cabine que destaca a segurança e a ergonomia para os motoristas.

    Oferecem ainda sistema de ar-condicionado, tomadas USB, tubos e pega-mãos para os passageiros em aço inox, vidros colados e preparação para instalação de todos os equipamentos de gestão de frota utilizados no Red Mobilidad.

    Leia mais:


    Indústria de caminhões cresce 48,5% em 2019

    'Made in Manaus': Bmw anuncia modelo fabricado na ZFM

    Comentários