Fonte: OpenWeather

    Peso pesado


    Actros 2651 puxa as vendas de caminhões da Mercedes-Benz em 2019

    Foram 2070 caminhões vendidos no primeiro semestre de 2019, liderando a categoria extra pesados

    Em 2019, O Actros 2651 teve um crescimento de 76% nas vendas em relação ao ano de 2018
    Em 2019, O Actros 2651 teve um crescimento de 76% nas vendas em relação ao ano de 2018 | Foto: Divulgação

    Agência AutoMotrix - No primeiro semestre de 2019, o Actros 2651 6x4 novamente se destaca como o campeão de vendas de caminhões da Mercedes-Benz no mercado brasileiro. Nos seis primeiros meses do ano, foram emplacadas 2.070 unidades do extra pesado, o que representa um crescimento de 76% sobre as 1.177 unidades do mesmo período de 2018.

    Com as linhas Actros e Axor, a Mercedes lidera as vendas de extra pesados no ano, com quase 7.100 unidades emplacadas. Setores ligados ao agronegócio, como transporte de grãos, cana-de-açúcar e madeira, seguem puxando as vendas de caminhões extra pesados em 2019, mas os setores de transporte de combustíveis, logística e produtos químicos também embalaram as vendas do setor.

    “O Actros é o caminhão que o cliente pediu, que sempre traz as novidades esperadas por transportadores e motoristas, com o melhor custo operacional, mais robustez e mais conforto”, comemora Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

    Com seu motor a diesel OM 460 LA de seis cilindros em linha com 13 litros, torque de 244,7 kgfm e 510 cavalos, o extra pesado Actros 2651 6x4 é o veículo Mercedes-Benz mais potente produzido no Brasil – além de caminhões e ônibus que saem das unidades industriais de São Bernardo do Campo (SP) e Juiz de Fora (MG), a marca alemã fabrica na cidade paulista de Iracemápolis o sedã Classe C e o utilitário esportivo GLA.

    Preparado para todos os terrenos, o extra pesado foi líder da categoria
    Preparado para todos os terrenos, o extra pesado foi líder da categoria | Foto: Divulgação

    Emplacamentos

    De janeiro a junho deste ano, foram emplacados 5.541 caminhões extra pesados rodoviários da marca alemã, com 97% de crescimento nas vendas em relação às 2.806 unidades do mesmo período de 2018. No segmento fora-de-estrada, foram 1.556 unidades, 20% a mais em comparação com as 1.292 unidades vendidas até junho de 2018.

    “Graças ao ótimo desempenho comercial da família Actros e também da linha Axor, lideramos as vendas de extra pesados no Brasil no primeiro semestre de 2019. No volume acumulado de janeiro a junho, foram emplacadas 7.097 unidades, o que significa um crescimento de 73% sobre as 4.098 unidades do mesmo período de 2018. Com isso, a marca reforça a liderança do segmento, com quase 28% de participação de mercado”, contabiliza Leoncini.

    Formada pelos modelos rodoviários 2651 6x4, 2646 6x4 e 2546 6x2, a linha Actros é complementada pelos modelos 4160 SLT 8x8 e 4844 8x4, para aplicações fora-de-estrada. A linha oferece a versão Megaspace Segurança, que vem equipada com a ampla cabine Megaspace e sistemas autônomos de segurança exclusivos, como o Controle de Proximidade, o Sistema de Orientação de Faixa de Rolagem e a Assistência Ativa de Frenagem (ABA).

    Atuando na base do segmento de extra pesados, a linha Axor também oferece um amplo portfólio. Para o segmento rodoviário, são os cavalos-mecânicos 1933, 2036 e 2041 (4x2), 2533, 2536 e 2544 (6x2) e 2644 (6x4). Já para as operações fora-de-estrada, as opções são o 3131 6x4 (plataforma, basculante e betoneira), 3344 6x4 (basculante, cavalo-mecânico e plataforma) e 4144 6x4 (basculante). 

    Liderança

    Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.
    Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. | Foto: Divulgação


    No primeiro semestre de 2019, a Mercedes manteve a liderança geral no mercado brasileiro de caminhões, que cresceu 46%. Foram 13.126 unidades emplacadas – entre modelos das famílias Actros, Axor, Atego e Accelo – o que corresponde a 59% de aumento em volume na comparação com as 8.248 unidades do mesmo período de 2018.

    “O sucesso nas vendas de extra pesados contribui de uma forma muito importante para o nosso resultado como um todo no mercado brasileiro de caminhões, do qual somos líderes com quase 30% de participação nos primeiros seis meses do ano”, afirma Leoncini.

    A Rede de Concessionários Mercedes-Benz está presente em todos os Estados brasileiros e conta com aproximadamente 180 pontos de atendimento junto às principais rotas de transporte e logística do país.

    *Com informações de Agência AutoMotrix

    Leia Mais

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!:

    Mercedes-Benz lidera mercado de ônibus no primeiro semestre de 2019

    A caminho do Brasil, o Suzuki Jimny Sierra mostra seus atributos


    Comentários