Fonte: OpenWeather

    Moto Mais


    Moto mais: veja as novidades das máquinas incríveis de duas rodas

    Moto Mais dessa semana apresenta as novas ousadias de duas rodas aos leitores do Portal EM TEMPO:

    Moto Mais dessa semana apresenta as novas ousadias de duas rodas aos leitores do Portal EM TEMPO: 

    Ousadia elétrica

    Futurista totalmente elétrica feita sob encomenda, com preços a partir de 90 mil libras - cerca de R$ 441 mil
    Futurista totalmente elétrica feita sob encomenda, com preços a partir de 90 mil libras - cerca de R$ 441 mil | Foto: Arc

    Arc

    Criar a motocicleta mais avançada do mundo. Essa é a pouco modesta proposta da britânica Arc, que pretende produzir em 2020 em uma nova instalação no sul do País de Gales a Vector, uma “neo café racer” futurista totalmente elétrica feita sob encomenda, com preços a partir de 90 mil libras - cerca de R$ 441 mil. Segundo a fabricante, o monocoque em carbono garante a melhor rigidez do chassi da categoria. As inovações do modelo incluem direção centrada no cubo, braço oscilante de carbono personalizado e heads-up display. A previsão é que, a partir do final de 2020, sejam construídas 399 unidades por encomenda nos primeiros 18 meses.  O uso liberal de carbono e outros materiais exóticos, como detalhamento de cobre exposto e alumínio de grau aeronáutico, ajudam a manter o peso seco total da máquina de até 220 quilos. Mark Truman, o engenheiro visionário por trás da Arc, assumiu a maior parte dos testes de pista em circuitos e aeródromos ao redor de Midlands, abordando os pontos mais delicados da geometria e do manuseio da Vector. Com um motor elétrico de 399 volts produzindo 133 cavalos, a Arc Vector terá a melhor relação potência-peso de qualquer veículo elétrico de duas rodas. O alcance combinado será de cerca de 270 milhas. De zero a 60 milhas por hora (96,6 km/h) chegará em três segundos e a velocidade máxima será de 201 km/h. 

    Clássica contemporânea da BMW

    A moto é cheia de modernidade, mas preserva referências aos grandes clássicos da BMW.
    A moto é cheia de modernidade, mas preserva referências aos grandes clássicos da BMW. | Foto: BMW

    No último Concorso d’Eleganza Villa d’Este, tradicional evento de carros antigos que acontece anualmente na Itália, a BMW apresentou a moto-conceito R18. A moto é cheia de modernidade, mas preserva referências aos grandes clássicos da BMW. A R18 é uma custom com motor boxer de concepção dos anos 60 e estilo purista. Além do motor boxer característico da BMW, a R18 tem chassi de berço, eixo-cardã exposto, tanque de combustível em forma de gota e farol redondo em leds e nada de painel. As rodas raiadas são aro 21 na frente e 18 na traseira. O novo boxer de dois cilindros contrapostos tem 1.800 cm³ de capacidade e lembra os motores Flat Twin, fabricados pela BMW até o final da década de 60. 

    Katana, da Susuki 

    A nova Katana tem um sistema de controle de tração de três estágios para domar seu motor de quatro cilindros em linha
    A nova Katana tem um sistema de controle de tração de três estágios para domar seu motor de quatro cilindros em linha | Foto: Susuki

    A nova Katana da Suzuki está chegando aos principais mercados europeus, a começar pela Inglaterra. Evolução de um ícone, a versão de 2019 não disfarça as influências de estilo do modelo de 1981, incluindo as linhas instantaneamente reconhecíveis, mas em uma interpretação moderna. A nova Katana tem um sistema de controle de tração de três estágios para domar seu motor de quatro cilindros em linha, derivado do GSX-R1000, com torque de 150 cavalos, envolto em uma estrutura de alumínio leve. Os primeiros duzentos clientes a adquirirem uma nova Katana na Inglaterra também receberão um livro comemorativo de edição especial, detalhando a história da moto com imagens e conteúdo que ajudam a explicar a história da Katana e da poderosa espada samurai com a qual compartilha seu nome.

    MV Agusta Superveloce 800

    A moto ostenta um design intemporal e único e presta uma homenagem aos modelos de competição da década de 70.
    A moto ostenta um design intemporal e único e presta uma homenagem aos modelos de competição da década de 70. | Foto: MV Agusta Superveloce 800

    Depois de ser destaque no Salão de Milão de 2018 e no Concurso d’Eleganza Villa d’Este, deste ano, a MV Agusta Superveloce 800 chegará à fase de produção em 2020 com a exclusiva Serie Oro, limitada a trezentos clientes. A moto ostenta um design intemporal e único e presta uma homenagem aos modelos de competição da década de 70. A base é a F3 800 de 148 cavalos, incluindo rodas raiadas, uma cinta em couro na zona do depósito e assentos em Alcântara para condutor e passageiro. A produção da MV Agusta Superveloce 800 Serie Oro começa em março de 2020, mas as reservas já podem ser feitas na Europa nos pontos de venda da marca italiana. 

    Leia mais:

    Ferrari lança carro de mil cavalos que chega a 340 km por hora

    A nova honda Gold Wing está mais compacta e leve

    Está pensando em comprar uma moto?

    Comentários