Fonte: OpenWeather

    Saúde


    Aula de 'zumba inclusiva' é realizada em Manaus

    Ação busca alcançar o maior número de pessoas com deficiência em vários pontos da capital amazonense

    O projeto visa tornar uma ação itinerante em todo o Estado do Amazonas. | Foto: Zeca Barcellos/Seped

    Manaus - No início da manhã de sábado (27) ocorreu a “Zumba Inclusiva” realizada pelo Instituto Amazonense de Inclusão (IAI) em parceria com a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped). A aula de zumba faz parte da série de projetos do instituto com objetivo de oferecer atividades de entretenimento para as pessoas com deficiência. A ação aconteceu na sede da Seped, localizada na rua Salvador, bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul de Manaus.

    A aula iniciou às 9h30 da manhã e seguiu até às 11h.
    A aula iniciou às 9h30 da manhã e seguiu até às 11h. | Foto: Zeca Barcellos/Seped

    Em meio a risadas e descontração, os jovens participaram com alegria das atividades ministradas pela instrutora presente. O evento contou ainda com a participação dos paratletas de halterofilismo Daniel Ferreira, de 18 anos, e Lucas dos Santos, de 17 anos, e da modelo com microcefalia, Ana Victória Lago, de 19 anos.

    Ana Victória também participou da ação
    Ana Victória também participou da ação | Foto: Zeca Barcellos/Seped

    Para Maria Graciete dos Santos, mãe de Lucas, a ação realizada trouxe muitos benefícios a saúde de todos que estavam no local. “Estou gostando muito da aula. Além de se exercitar, que é algo que devemos fazer diariamente, nossos filhos ainda se divertem entrando em contato com outras crianças”, disse. 

    Segundo a titular da Seped, Viviane Lima a ação busca alcançar o maior número de pessoas com deficiência em vários pontos da capital amazonense.

     “Hoje iniciamos a zumba inclusiva. Realizamos essa primeira ação para ver de que forma o público receberia e já percebemos que está sendo um sucesso. Buscamos tornar uma ação itinerante, o primeiro foi aqui na sede, mas pretendemos realizar esta ação na Ponta Negra e em outras zonas da cidade”, ressaltou, Viviane.

    Os familiares responsáveis também participaram dos exercícios.
    Os familiares responsáveis também participaram dos exercícios. | Foto: Zeca Barcellos/Seped

    O presidente do Instituto Amazonense de Inclusão (IAI), Breno Marx, contou que ideia partiu dos pais dos jovens com deficiência. “O projeto veio a partir dos próprios pais, pois eles queriam mais entretenimento para os filhos com deficiência. O benefício da dança é muito abrangente, principalmente para jovens e crianças, a música estimula isso. A zumba é algo moderno que interage a parte física e psicológica” pontuou Breno.

    Leia mais

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    'Cãoterapeutas' ajudam no tratamento de crianças com deficiência no AM

    Tradução em Libras: uma área promissora para trabalhar

    Comentários