Fonte: OpenWeather

    Procedimento Estético


    Bichectomia: famoso procedimento nas bochechas não é para qualquer um

    Especialista explica para quem a cirurgia plástica é indicada

    Segundo o cirurgião plástico o Dr. Seung Lee, a cirurgia plástica das bochechas, quando realizada em pacientes sem recomendação, pode trazer impactos para a saúde e para a própria estética do paciente
    Segundo o cirurgião plástico o Dr. Seung Lee, a cirurgia plástica das bochechas, quando realizada em pacientes sem recomendação, pode trazer impactos para a saúde e para a própria estética do paciente | Foto: Divulgação

    Realizada para diminuir o tamanho das bochechas, a bichectomia é alvo de desejo de pessoas que querem aprimorar o contorno facial. Porém, o procedimento não é indicado para qualquer pessoa. Segundo o último levantamento da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, apenas 7.362 procedimentos são realizados ao ano no Brasil.

    Segundo o cirurgião plástico e especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Dr. Seung Lee, a cirurgia plástica das bochechas, quando realizada em pacientes sem recomendação, pode trazer impactos para a saúde e para a própria estética do paciente. Feita sem necessidade, a bichectomia pode trazer mais desvantagens do que vantagens”, comenta o especialista.

    A indicação é indispensável

    A bichectomia é indicada para pacientes que possuem um aumento de volume em uma estrutura chamada bola ou gordura de Bichat. Pacientes que têm a indicação para o procedimento costumam ter o rosto bastante ovalado e sofrem com as constantes mordidas na parte interior das bochechas.

    “A hipertrofia das bolas de Bichat são a maior indicação para a realização da bichectomia. No procedimento, é possível fazer a retirada parcial ou total da estrutura, dependendo do seu tamanho. O que pode trazer resultados bastantes satisfatórios em pacientes que realmente precisam da cirurgia.”, alerta Seung.

    O sonho da cirurgia plástica pode se tornar um pesadelo

    Quando realizada sem indicação, a bichectomia pode resultar no envelhecimento precoce da face, além de colocar em risco vários aspectos da mordida, já que a bola de Bichat atua como amortecedor de músculos faciais, repercutindo no processo de mastigação. Lesão de nervos também podem ocorrer caso o procedimento seja realizado por profissionais não qualificados.

    “Feita sem necessidade, a bichectomia pode colocar em risco a salivação natural da boca, caso os dutos sejam danificados no processo. Além de causar a antecipação do envelhecimento do rosto. Isso acontece devido à perda natural de tecido gorduroso da face com o passar dos anos e, com a retirada desnecessária da gordura das bochechas, pode acabar resultando em um rosto muito magro e com a aparência mais envelhecida“, explica.

    Para os pacientes candidatos ao procedimento

    Antes de fazer uma cirurgia plástica, todo paciente deve passar por uma avaliação. Só assim o cirurgião é capaz de analisar e dizer se o procedimento pode ou não ser realizado.

    “A bichectomia é um procedimento simples: feito a partir de um pequeno corte no interior das bochechas, a bola de Bichat é removida em apenas 45 minutos de cirurgia. O pós-operatório é bastante tranquilo para os pacientes bem indicados ao procedimento, sendo possível notar os resultados a partir do terceiro mês da cirurgia.”, finaliza o cirurgião.

    Dr. Seung Lee é Cirurgião Plástico Especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Graduado pelo Centro Universitário de Volta Redonda - UNIFOA - RJ, recebeu título de especialista em Cirurgia Geral pelo MEC e título de especialista em cirurgia plástica pelo MEC e pela SBCP.

    Estagiou cirurgia estética e reparadora na Oblige Plastic Surgery - Coréia do Sul, tendo a residência médica em Cirurgia Geral pelo Hospital Federal de Ipanema - RJ, e residência médica em Cirurgia Plástica na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Cresce a busca por implante de barba

    Correção das pálpebras atrai público jovem

    Alerta: lente de contato causa mais contaminação que cirurgia

    Comentários