Fonte: OpenWeather

    saúde


    Perigo: álcool e energético podem causar riscos ao coração

    Cuide da saúde durante o Carnaval e evite problemas futuros

    O energético potencializa o risco de arritmia, pois as duas substâncias influenciam na irritação do músculo do coração, o miocárdio | Foto: Reprodução/internet

    Manaus -A mistura de bebidas alcoólicas com energéticos pode acarretar perigos para os usuários e atrapalhar o Carnaval de muita gente. Uma grande quantidade de cafeína e açúcares presentes nas bebidas podem gerar sérios problemas ao organismo, como insônia, aceleração ou irregularidade dos batimentos cardíacos, irritabilidade e agitação. Quando é misturado ao álcool, o energético potencializa o risco de arritmia, pois as duas substâncias influenciam na irritação do músculo do coração, o miocárdio.

    “Desde a década de 70 que já se sabe que o álcool tem um efeito como se fosse irritativo ao sistema elétrico do coração. Os exagerados de álcool de forma aguda precipitam muito a incidência de arritmia cardíaca. E foi observado isso após período de festas. Então se deu o nome a isso de 'síndrome do coração festeiro'”, conta o cardiologista Bernardo Medeiros.

    Segundo uma pesquisa feita no Canadá, publicada na revista científica Canadian Medical Association Journal Open, mais da metade dos consumidores de energéticos, entre 12 e 24 anos, já sentiram efeitos negativos em sua saúde após o consumo.

    Entre os problemas mais citados, além do aumento da velocidade do batimento cardíaco, estão a dificuldade para dormir, dores de cabeça e até incidência de convulsões.

     Os perigos da Cafeína e da Taurina

    Para o especialista, nos dias de hoje ainda é muito frequente a ingestão do álcool junto com o energético e alerta sobre os perigos.

    “O energético é uma bebida que tem cafeína e taurina que são substâncias que aumentam a arritmia cardíaca e quando você une ela ao álcool, além de ser substâncias irritativa ao coração, o indivíduo ainda tolera tomar uma quantidade de álcool muito maior do que o normal no período de euforia”, explica.

    A cafeína é um estimulante que age no sistema nervoso central, inibindo o sono e, consequentemente, deixando o indivíduo em estado de alerta. Já a taurina, é um aminoácido sintetizado, principalmente, no fígado e cérebro, que ajuda na regulação dos níveis de água e sais minerais do sangue, além de atenuar a fadiga muscular.

    Cuidados durante o carnaval

    O especialista orienta aos foliões a se manterem hidratados, nunca ingerirem bebida alcoólica em jejum e se alimentarem no período do Carnaval.

    “Evite a associação de álcool e energético, beba bastante água, durma 8h por noite, evite a exposição ao sol, utilize protetor solar e roupas leves. Tudo isso contribui para que o folião tenha um carnaval mais tranquilo”, orienta Bernardo.

     O que pode acontecer?

     1 - Não conseguir dormir

     A agitação provocada pelo consumo de energético pode causar insônia

    2 - Ficar irritado

     O álcool misturado com energético deixa o corpo mais exaltado. Qualquer coisa boba pode ser transformada em um grande estresse

    3 - Sentir dores de cabeça

     A mistura acaba camuflando a quantidade de álcool ingerida. A bebida causa desidratação, cujo sintoma é a dor de cabeça

     4 - Ter alteração nos batimentos cardíacos

    Tanto o energético, quanto o álcool aumentam a frequência dos batimentos cardíacos. Beber a mistura pode provocar arritmia e taquicardia

     5 - Perder a noção de perigo

    Por sentir mais o gosto doce do energético, a pessoa que bebe a mistura não percebe os efeitos do álcool e acaba se colocando em mais situações de risco.

    Edição: Bruna Souza

    Leia Mais

    Na 33ª edição, Banda do Boulevard agita 150 mil foliões em Manaus

    Mulheres amazonenses aproveitam o Carnaval para gerar renda extra

    Mesmo com chuva, mais de 20 mil foliões se divertem em banda da Bica

    Comentários