Fonte: OpenWeather

    Saúde


    Vídeo: Amazonas está em alerta para casos de síndromes respiratórias

    População deve redobrado os cuidados com a higiene, principalmente em locais públicos

    População toma precauções para não contrair doenças | Foto: Reprodução/TV Em Tempo

    Manaus - O número de casos notificados de síndromes respiratórias agudas graves se mantém o mesmo da semana passada, segundo boletim epidemiológico divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS). Apesar disso, permanece o alerta máximo no Amazonas.

    Com os alertas emitidos pelos órgãos de saúde do Amazonas, a população redobrou os cuidados com a higiene pessoal. Chegar em uma repartição pública e solicitar o álcool em gel tem se tornado um hábito cada vez mais frequente.

    71% do público alvo já foi vacinado contra H1N1
    71% do público alvo já foi vacinado contra H1N1 | Foto: Reprodução/TV Em Tempo

    Em todo o estado, já são 998 casos notificados para síndrome respiratória aguda grave. 120 foram confirmados para o vírus da influenza A, o H1N1, e 185 para o vírus sincicial. Houve ainda mais 13 confirmações para outros vírus.

    O número de óbitos pelo vírus da influenza a subiu para 33 pessoas no amazonas. Já o número de vítimas do vírus sincicial chegou a 19. A FVS vem mantendo a vigilância dos pacientes infectados.

    O monitoramento segue as recomendações do ministério da saúde. A campanha de vacinação contra o H1N1 segue ativa para os grupos prioritários. 71% do público alvo já foi imunizado em todo o estado.

    Veja a reportagem completa da TV Em Tempo:

    Veja reportagem | Autor: Alex Costa/TV Em Tempo

    Leia mais:

    Amazonas não registra novos óbitos por H1N1, diz FVS

    Estilo de vida responde por 63 mil mortes de câncer por ano no Brasil

    Vídeo: marinha e universidades levam médicos ao interior do AM

    Assista mais vídeos da TV Em Tempo

    Comentários