Fonte: OpenWeather

    Desafio do Emagrecimento


    Nutricionista do AM aposta em grupos de desafio para emagrecimento

    Metodologia pode levar a perda de até 6 kg, ao mês, conforme a especialista. A nutricionista aplica a metodologia em grupos de WhatsApp criados por ela, mas a ideia é expandir o serviço para encontros presenciais

    Os participantes dos grupos recebem orientações em texto, áudio e imagens | Foto: Divulgação

    Manaus- Uma metodologia que leva a perda de até 6 kg de peso ao mês. É o que garante a nutricionista Alessandra Souza, que tem apostado em grupos de desafios para engajar pessoas interessadas em emagrecer. 

    A nutricionista aplica a metodologia em grupos de WhatsApp criados por ela, mas a ideia é expandir o serviço para encontros presenciais. "Perder peso pode ser um enorme desafio na vida corrida da maioria das pessoas. Por isso, eu lancei o 'Atitude', grupo de desafios de 30 dias", destaca. 

    Alessandra conta que ensina o participante a reprogramar o cérebro por meio de técnicas da neurociência. "Trata-se de uma metodologia que promete transformar a mente e alterar hábitos alimentares nocivos à saúde. Não é um desafio de dietas restritivas ou exercícios exaustivos. Disso, muitos já estão cansados", completa. 

    Por meio de acompanhamento diário, os participantes dos grupos recebem orientações em texto, áudio e imagens. "O diferencial é que me disponibilizo a tirar dúvidas o dia inteiro, inclusive aos sábados, domingos e feriados. Durante o programa, envio as orientações de alimentação, técnicas de organização e planejamento da alimentação. Além disso, em um dia da semana, trabalharmos com temas diversos, que não são sobre nutrição, mas que se relacionam diretamente com o processo de emagrecimento", explica a nutricionista. 

    Conforme a especialista, os participantes podem interagir nos grupos, postando fotos de suas refeições diárias. "Cerca de 90% das pessoas tiveram resultados maravilhosos. Recebo depoimentos de mudança de vida que fazem chorar, literalmente. É muito gratificante", ressalta. 

    Os grupos não são recomendados para pessoas que têm restrições alimentares, como diabéticos, que necessitam de atendimento individual.

    *Com informações da assessoria 

    Leia mais:

    Hipertensão Arterial: epidemia silenciosa atinge 30 milhões de pessoas

    Cerca de 40% dos estudantes não tomam café da manhã

    Nutricionista alerta sobre consumo de produtos sem lactose

    Comentários