Fonte: OpenWeather

    WEB TV: Conversa Franca


    Vídeo: qual o perigo para a saúde de vermes encontrados em peixes?

    O vídeo do peixe Tucunaré com larvas nos olhos viralizaram nas redes sociais. Os profissionais tiram dúvidas da veracidade do vídeo e falam da atividade de piscicultura no AM

    Já assistiu? Veja na íntegra | Autor: Reprodução YouTube

    Tatiana Sobreira recebe os especialistas Gustavo Valladão e Alexandre Honczaryk, no programa 'Conversa Franca'
    Tatiana Sobreira recebe os especialistas Gustavo Valladão e Alexandre Honczaryk, no programa 'Conversa Franca' | Foto: Bruna Oliveira

    Manaus- Na manhã desta terça-feira (30), a jornalista e apresentadora Tatiana Sobreira do programa "Conversa Franca", da WEB TV Em Tempo, recebeu o médico veterinário Gustavo Valladão e o biólogo, pesquisador e empresário no ramo da piscicultura , Alexandre Honczaryk. 

    Verme

    Durante a entrevista, os profissionais responderam às perguntas sobre um vídeo que viralizou nas redes sociais, em que um Tucunaré (peixe regional de água doce) é visto com vermes nos olhos.

    Os especialistas confirmam que se trata de um vídeo verdadeiro, pois os parasitas se proliferam nos peixes como uma espécie de hospedeiro. O que é falso na publicação é o texto. A postagem informa que várias pessoas morreram por conta dos parasitas. O veterinário Gustavo alertou que a informação não tem fundamento.

    Já assistiu? Veja na íntegra | Autor: Reprodução YouTube
     
    "

    "Existem parasitas de todos os tipos nos peixes. Na água existem vários tipos de bactérias, fungos e parasitas e eles estão em interação no ambiente natural. São larvas de grupos que precisam de mais de dois hospedeiros." "

    Gustavo Valladão, Médico veterinário

    O médico veterinário ressaltou que é muito comum que os peixes tenham esse tipo de parasitas. Se houver manipulação e cozimento corretos do peixe , não há, no entanto, a possibilidade de contaminação e ressaltou que o mercado da piscicultura é muito importante para o Brasil. 

    "

    "A piscicultura é bastante recente no Brasil como atividade econômica, o que existia era a piscicultura como atividade não econômica. Ela se baseou bastante nas espécies de peixes fornecidos ao Brasil, como as carpas vindas dos países orientais. Hoje nós precisamos pensar como atividade basicamente que dê lucro", "

    Alexandre Honczaryk, Pesquisador Inpa e empresário

    As universidades estão desenvolvendo novos profissionais para o mercado da piscicultura. Alexandre e Gustavo enfatizaram que esse mercado no Amazonas é enorme e demanda mão-de-obra especializada na área. 

    Assista a entrevista na íntegra:

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!:

    3% da economia do Amazonas está no Setor Primário

    Inscrições abertas para o curso técnico sobre Cultivo de Tambaqui


    Comentários