Fonte: OpenWeather

    Especialista


    Como prevenir doenças que podem ser causadas por queimadas

    Na manhã desta segunda-feira (29), a capital do Amazonas amanheceu completamente encoberta pelo resultado de queimadas em vegetação vindas de municípios próximos

    | Foto: Divulgação

    Manaus - Olhos lacrimejando, garganta arranhando e até mesmo náuseas. São inúmeros os sintomas em pessoas que vivem em grandes centros urbanos, aonde a quantidade de fumaça vinda da poluição ou de queimadas em vegetação, tem se tornado cada vez mais frequente. No entanto, o que poucos sabem é que o contato com a fumaça requer uma série de cuidados para que não sejam desencadeadas doenças respiratórias.

    De acordo com a médica da Hapvida, Eline Amancio, as doenças respiratórias são causas de morbimortalidade no Brasil e no mundo, sendo as crianças o maior grupo de risco, principalmente devido à imaturidade inerente ao crescimento, relacionada ao desenvolvimento dos pulmões e do próprio sistema imunológico.

    "Pessoas que já tenham algum tipo de doença respiratória podem ter o agravo da mesma. Em tempos de seca e queimadas, o ar fica muito poluído e isso agrava o sistema respiratório, principalmente os pacientes que já possuem algum tipo de doença como bronquite, asma, rinite e sinusite alérgica”, disse.

    Na manhã desta segunda, o Corpo de Bombeiros do Amazonas informou que foram detectados focos de incêndio em área de mata próximo a capital, nos municípios de Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Itacoatiara, Nova Olinda do Norte e Manacapuru. O sistema respiratório é um dos aparelhos mais sensíveis do ser humano, por meio da respiração estamos sujeitos ao contato com diversos micro-organismos, que podem causar doenças. 

    Embora o sistema imunológico defenda o corpo da maioria dos vírus, bactérias e fungos que podem causar doenças, as enfermidades respiratórias são muito prevalentes. Para aliviar os sintomas em crianças, adultos e idosos, a especialista explica que alguns cuidados são necessários. “Os cuidados básicos são, principalmente manter o corpo hidratado, consumindo bastante água. Outra opção é manter o ambiente umidificado, seja com um umidificador de ar ou até mesmo uma toalha molhada no ambiente”, finaliza.

    Dados

    Conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS), doenças respiratórias crônicas são doenças tanto das vias aéreas superiores como das inferiores. A maioria dessas doenças são preveníveis e incluem a asma, a rinite alérgica e a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC).

    Nesse contexto, a rinite alérgica pode ser considerada a doença de maior prevalência entre as doenças respiratórias crônicas e problema global de saúde pública, acometendo cerca de 20 a 25% da população em geral. Embora com sintomas de menor gravidade, está entre as dez razões mais frequentes de atendimento primário à saúde.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Pneumologista alerta para doenças causadas pelo cigarro

    Curso de combate ao tabagismo é ofertado em Manaus

    Dia Nacional do Combate ao Fumo é marcado por superação de ex-fumantes

    Comentários