Fonte: OpenWeather

    Contexto


    Josué Neto critica Durango Duarte sobre 'deboche' ao título amazonense

    Nas redes sociais, o ex-deputado estadual Josué Neto, autor da propositura, respondeu ao malfeito do pesquisador

    Escrito por *Em Tempo no dia 19 de maio de 2021 - 19:36

     

    Ontem, em suas redes sociais, o ex-deputado estadual Josué Neto, autor da propositura, respondeu ao malfeito
    Ontem, em suas redes sociais, o ex-deputado estadual Josué Neto, autor da propositura, respondeu ao malfeito | Foto: Divulgação

    Josué x Durango

    Em virulenta entrevista a um portal de notícias, o publicitário e empresário Durango Duarte, após criticar Governo do Estado e Prefeitura de Manaus, debochou do título de cidadão amazonense que recebeu da Assembleia Legislativa do Amazonas em setembro de 2019.

    Ontem, em suas redes sociais, o ex-deputado estadual Josué Neto, autor da propositura, respondeu ao malfeito: “As declarações do pesquisador Durango não fazem ataques a mim. Fazem ataques ao povo do Amazonas. O deboche e o desdém de receber um título de cidadão do Amazonas é uma afronta ao povo e ao Estado que o acolheu”.

    Uma nova Zona Franca

    O início da produção de gás natural por parte da empresa Eneva, no chamado Campo do Azulão, no município de Silves, no baixo Amazonas, constitui um evento ímpar por marcar, provavelmente, o desabrochar de uma nova era de desenvolvimento econômico a partir da exploração de uma riqueza que há décadas, guardada no subsolo, desafiava a coragem empreendedora e o bom senso político de sucessivos governos.

    Coube ao governador Wilson Lima dar o passo decisivo rumo a nova era desenvolvimentista, consumando tudo com a quebra do monopólio detido pela Companhia de Gás do Amazonas (Cigás) na comercialização do gás natural. Com a aprovação do projeto de lei governamental na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM), Wilson sancionou-o de imediato, mudando as regras do mercado de gás e valorizando a competitividade.

    No último final de semana, o governador comemorou os grandes frutos que começam a ser colhidos graças à sua ousadia. No Twitter, ele escreveu: “O Amazonas possui 50% de todas as reservas brasileiras de gás em terra e a exploração sustentável do gás vai atrair novos investimentos, gerando emprego e renda para o povo daquela região”.

    O início das atividades da Eneva  no Campo do Azulão é visto como um  fator de radical mudança de paradigmas da economia estadual, com um gigantesco investimento da ordem de R$ 1,8 bilhão e a geração de 20 mil postos de trabalho. Pode estar nascendo uma nova Zona Franca no Amazonas em plena pandemia do novo coronavírus, e tudo graças a coragem empreendedora de Wilson  Lima.

     “Amazonas não pode ficar só  no campo do potencial sobre a bioeconomia”, diz secretário  

    Um dos participantes on-line do Fórum Mundial de Bioeconomia – Líderes Globais e o Mundo Financeiro”, na última terça-feira, juntamente com autoridades do Canadá e Rússia, o titular da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), Jório Veiga, disse que já é tempo de o Amazonas partir para a prática com relação a bioeconomia.

    Durante o evento apoiado pela União Europeia, Jório destacou que o Amazonas está pronto para receber investimentos de grandes grupos internacionais que queiram apostar em projetos limpos voltados para a exploração das potencialidades da região.

    “Entendo que devemos ser mais objetivos com relação ao desenvolvimento da bioeconomia. Isso deve ser um processo de transformação e de prioridade, para que se possa, de fato, tocar em frente a bioeconomia e não ficar somente no campo do potencial”, afirmou Jório.

    Canadá forte

    O diretor executivo de Inovação Bioindustrial, AJ (Sandy) Marshall, representante do Canadá, disse, no fórum internacional, que o seu país valoriza grandes investimentos na iniciativa privada quanto a bioeconomia local.

    O resultado é o incremento de negócios que chegam a U$ 30 milhões.

    Salles surpreso

    O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles,  confessou surpresa com a operação de ontem da Polícia Federal, a pedido do Supremo Tribunal Federal, que o deteve como suspeito de envolvimento com a exportação ilegal de madeira para Estados Unidos e Europa. “Estou surpreso com essa operação que eu entendo exagerada, desnecessária”, expressou à imprensa.

    O ministro Alexandre de Moraes ordenou a quebra dos sigilos bancário e fiscal de Salles, juntamente com o afastamento de Eduardo Bim da presidência do Ibama.

    Ibama vira cinzas

    A PF apurou e comunicou ao STF que Eduardo Bim distorcia as funções do Ibama e prejudicava deliberadamente os processos de fiscalização.

    A gestão de Bim era direcionada ao esvaziamento do órgão e, além disso, depoimentos colhidos durante a investigação apontam que havia "uma franca política de perseguição” a servidores que se opunham aos procedimentos do presidente afastado.

    Governo no interior

    Em recente reunião com prefeitos interioranos no Palácio da Compensa, o governador Wilson Lima, confirmou mais investimentos nos municípios de Autazes, Maués, Parintins e Itacoatiara. 

    O governo vai tocar investimentos na construção de um Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) em Autazes e melhorar as estruturas das Policias Civil e Militar e implantar Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) em Parintins.

    Também enfatizou o projeto de modernização da Estrada AM-10, além de maior atenção às regiões rurais de Itacoatiara e Maués.

    CETI em Autazes

    Ao prefeito de Autazes, Andreson Cavalcante, Wilson Lima confirmou a construção de um CETI (Centro de Educação Integral) e a reforma, em regime de parceria, das escolas Raimundo Sá e Monte Sinai.

    Também garantiu a revitalização de todo o sistema viário do município.

    Nelson Azevedo

    Contemplando proposta conjunta dos deputados Adjuto Afonso (PDT) e Dermilson Chagas (Podemos), a Assembleia Legislativa concederá o Título de Cidadão do Amazonas ao vice-presidente do Sistema FIEAM, Nelson Azevedo, articulista do Em Tempo.

    A solenidade especial acontecerá no próximo dia 25, no Plenário Ruy Araújo.

    Vacina de uma dose

    A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu ontem pedido de uso emergencial da vacina do laboratório chinês CanSino Biologics contra a Covid-19, agora chamada Ad5-nCoV. 

    O imunizante provoca imunidade com apenas uma dose, sistema que facilita a logística de vacinação.

    Os resultados apresentados pela CanSino mostram que a vacina possui a eficácia contra todos os casos sintomáticos da Covid de 65%, e chega a 90,07% para os casos graves em um prazo de até 28 dias da aplicação da dose.

    Sucesso no mundo

    A nova vacina chinesa já foi testada em vários países: Paquistão, Rússia, Chile, Argentina e México. 

    O imunizante já faz parte dos programas de vacinação da China, do México, do Chile, do Paquistão e da Hungria.

    Voluntários na Amazônia

    A iniciativa  jovem da  Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (SDSN Amazônia) está com vagas abertas para inscrição de voluntários com idade entre 18 e 30 anos. 

    Ao todo, são 17 vagas para suporte em mapeamento e atualização de informações das soluções sustentáveis que são divulgadas na plataforma georreferenciada (10 vagas), sendo uma vaga para georreferenciamento, comunicação com especialidade em edição de videos (1 pessoa), engajamento acadêmico (3 voluntários) e relacionamento institucional (3 vagas). 

    Manaus Verde

    A Prefeitura de Manaus, por meio da Semmas, intensificou ontem as ações do programa ambiental “Manaus Verde” com a distribuição de 800 mudas de plantas no minishopping do bairro Compensa, Zona Oeste.

    A meta do “Manaus Verde” é distribuir 100 mil mudas à população e instituições ao longo do ano de 2021. 

    São disponibilizadas de forma gratuita mudas de plantas das espécies medicinais (Boldo, sara-tudo, japana, terramicina, corama e malvarisco); frutíferas (Acerola, bacuri, açaí, pupunha, jabuticaba, pitanga e rambutã) e ornamentais (Duranta, cróton, asistásia, periquito, dracena, graptófilo e russélia).

     Mário Jorge Corrêa

     Em nota, o  Governo do Amazonas lamentou o falecimento do diretor técnico da Imprensa Oficial do Estado do Amazonas (IOA), Mário Jorge Corrêa, aos 84 anos de idade. O servidor foi a óbito na terça-feira (18), no Hospital Adventista de Manaus.

     Sociólogo e pós-graduado em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), Mário Jorge completaria 30 anos de atuação na IOA no próximo dia 12 de junho.

    Pazuello vê quarta onda 

    Embora o país ainda não tenha ainda vivido a terceira onda da Covid-19, prevista por especialistas norte-americanos, o ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, ao depor ontem na CPI da Pandemia, vislumbrou a possibilidade de uma quarta onda da Covid.

     Segundo o militar, essa nova onda seria muito mais forte do que as anteriores, provocando “automutilações e suicídios”.

    Leia mais:

    O desmonte da ciência e o corte de recursos das universidades federais

    O que é emancipação de menor e quais suas vantagens?

    Zona Franca de Manaus, momento de mutirão!

    Articulistas

    Comentários