Fonte: OpenWeather

    Contexto


    FVS segue investigação sobre tucumãs contaminados no Amazonas

    Em Manacapuru, uma criança morreu e outras 40 pessoas sofreram intoxicações ao ingerir tucumãs contaminados

    Escrito por Em Tempo* no dia 20 de julho de 2021 - 19:04

     

    Após mais de uma semana do primeiro caso ocorrido, pessoas continuam procurando atendimento médico em consequência dos danos orgânicos provocados pela ingestão de tucumã. As pessoas apresentam quadros de vômito, diarreia e dor abdominal.
    Após mais de uma semana do primeiro caso ocorrido, pessoas continuam procurando atendimento médico em consequência dos danos orgânicos provocados pela ingestão de tucumã. As pessoas apresentam quadros de vômito, diarreia e dor abdominal. | Foto: Reprodução

    Não pode cair no esquecimento, e tampouco ficar impune, o caso dos tucumãs contaminados que atingiu mais de 40 pessoas, com um óbito, no município de Manacapuru, situado a exatos 68 quilômetros de Manaus.

    A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) ainda segue com as suas investigações tentando encontrar as causas do surto de Doença Transmitida por Alimento (DTA), na comunidade Irapajé, situada na zona rural de Manacapuru.

    O problema é dos mais graves, inclusive porque, após mais de uma semana do primeiro caso ocorrido, pessoas continuam procurando atendimento médico em consequência dos danos orgânicos provocados pela ingestão de tucumã. As pessoas apresentam quadros de vômito, diarreia e dor abdominal.

    O problema está sob análise bromatológica do Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen/FVS-RCP) cujos técnicos verificam a composição, propriedades físicas, químicas, toxicológicas e ação do fruto no organismo.  Independentemente do diagnóstico do Lacen, é importante que os órgãos de vigilância sejam mais ativos e severos em suas ações de fiscalização nas feiras e mercados, e principalmente junto aos vendedores ambulantes, que negociam tucumãs à população em qualquer esquina de rua e nos terminais de ônibus.

    O processo fiscalizatório rígido é necessário por ser o tucumã uma das iguarias mais consumidas em qualquer cidade do Estado do Amazonas, juntamente com o açaí, vez por outra também protagonista de episódios lamentáveis de contaminações e mortes de pessoas por Doença de Chagas.

    Com 200 dias de governo, David Almeida diz que “trabalho” é sempre a palavra de ordem

    Para o prefeito David Almeida (Avante), a melhor forma de comemorar 200 dias à frente dos destinos de Manaus é trabalhar de sol a sol, como tem feito desde o início de janeiro deste ano.

    Por isso, ele passou a segunda-feira (19) vistoriando obras nas zonas Norte e Leste. Ontem, a rotina não foi diferente. “O trabalho é sempre a nossa palavra de ordem”, diz o mandatário.

    Em evento que reuniu empresários no Palácio Rio Branco, o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Amazonas (Fecomércio-AM), Aderson Frota, elogiou David por sua dedicação à cidade, sem medir esforços para revitalizar a economia da capital, apesar da pandemia e da enchente de 2021.

    "O prefeito David, a despeito da segunda onda de novos casos de Covid-19 e a maior enchente deste século, mostra um volume de ações produtivas muito importantes”, disse Frota.

    Repasse gordo ao futebol

    Em cerimônia na Arena da Amazônia, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), o Governo do Amazonas repassou ontem R$ 2,5 milhões à Federação Amazonense de Futebol (FAF). 

    Os recursos serão distribuídos pela entidade aos 19 clubes federados que atuam profissionalmente no estado. 

    Dirigentes e atletas celebraram o acontecimento na Arena. A ajuda oficial salvará os clubes que, com a pandemia da Covid-19, não conseguiam mais sustentar suas folhas de pagamento.

    Novo mutirão

    No Facebook, o governador Wilson Lima destacou a realização de novo mutirão de vacinação em Manaus nesta quarta-feira (20) e amanhã, quinta-feira (21). 

    Em parceria com a Prefeitura de Manaus, o mutirão vai imunizar os jovens a partir da faixa etária de 18 anos. Os locais do evento serão o Sambódromo, Arena da Amazônia e o Centro de Convenções Vasco Vasques, das 9 às 21 horas. 

    Na crista da onda

    O governador Wilson Lima (PSC) é alvo de elogios nas redes sociais pela confirmação do concurso público para as forças de segurança do Estado, cujas comissões organizadoras já foram criadas.

    Serão oferecidas 2,5 mil vagas, com remunerações que vão de R$ 1,3 mil a R$ 20 mil. No total, serão ofertadas 1.350 vagas para a Polícia Militar, 453 para o Corpo de Bombeiros, 362 para a Polícia Civil, 210 para o Detran e 150 vagas para a Secretaria de Segurança Pública (SSP).

    Criadas na última segunda-feira, as comissões são compostas por servidores do sistema de segurança pública e vão acompanhar e fiscalizar a execução do certame.

    BR-319 na pauta

    Menosprezada na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para 2022, a BR-319 voltou à baila em desabafo do presidente Jair Bolsonaro contra o fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões do Congresso Nacional.

    Em entrevista à TV Brasil, o presidente declarou que não faltarão recursos para as obras de conclusão da rodovia com o seu veto ao “fundão” gracioso. 

    “Seis bilhões de reais! Imagine na mão do ministro Tarcísio (Tarcísio de Freitas, de Infraestrutura) o que poderia ser feito com esse dinheiro? Poderia, por exemplo, ter concluído Porto Velho-Manaus (BR-319), que é um anseio da população do Amazonas”, disse Bolsonaro à TV Brasil.

    Mandado no STF

    O  Supremo Tribunal Federal (STF) analisa mandado de segurança impetrado por um grupo de parlamentares, encabeçado pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), contra o aumento do Fundo Especial de Financiamento de Campanhas, o chamado "fundão eleitoral".

    Incluído no texto do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2022, o “fundão” eleva de R$ 2 bilhões para R$ 5,7 bilhões os recursos públicos para financiar campanhas eleitorais no próximo ano.

    Amazonenses sumiram  

    Dos 11 representantes do Estado do Amazonas no Congresso Nacional, nenhum quis assinar o mandado de segurança que pretende derrubar o aumento desproporcional do “fundão eleitoral”.

    A ação judicial, relatada pelo ministro Kassio Nunes Marques no STF, foi assinada pelos deputados federais Adriana Ventura (Novo-SP), Daniel Coelho (Cidadania-PE), Felipe Rigoni (PSB-ES), Tabata Amaral (PDT-SP), Tiago Mitraud (Novo-MG) e Vinicius Poit (Novo-SP). 

    Alessandro Vieira foi o único senador a assinar o documento.

    Correção pela inflação

    Falando ontem à rádio Itatiaia, de Minas Gerais, o presidente Bolsonaro disse que a lei que criou o mecanismo de financiamento de campanhas prevê uma correção pela inflação.

    Segundo ele, o “fundão” aprovado pelo Congresso “extrapolou” e que a previsão ficou muito acima do estabelecido para o pleito de 2018.

    "Diz na lei de criação do fundo que a cada eleição o valor tem que ser corrigido levando-se em conta a inflação. E eu tenho que cumprir a lei", afirmou o presidente.

    Bessa com Átila 

    Em mensagem à coluna, o ex-prefeito de Tefé, Normando Bessa (Progressistas), desmentiu que fosse pré-candidato a deputado federal nas eleições de 2022, contrariando especulação nas redes sociais.

    “Não possui fundamento algum a especulação divulgada, tenho compromisso com a reeleição do deputado federal Átila Lins (Progressistas) e com a reeleição do meu irmão, deputado estadual Carlinhos Bessa (PV)”, informou Normando. 

    90 mi para Autazes 

    O prefeito Andreson Cavalcante (PSC) lançará, na próxima sexta-feira (23), um pacote de investimentos da ordem de R$ 90 milhões em Autazes.

    Serão destinados R$ 41, 4 milhões para infraestrutura, R$ 25, 2 milhões à saúde, R$ 20,9 milhões à educação, R$ 3, 6 milhões à produção rural e R$ 2, 2 milhões em ações de cidadania, esporte e lazer.

    MP mira vereador

    Inquérito aberto pelo Ministério Público do Amazonas (MP-AM) investiga o vereador Sandro Maia (DEM) acusado de nepotismo por empregar três cunhadas e uma enteada em seu gabinete na Câmara Municipal de Manaus.

    O inquérito corre na 77ª Promotoria de Justiça Especializada de Proteção ao Patrimônio Público do MP.

    Desde que virou vereador, Sandro já gastou R$ 54 mil da sua Cota da Atividade Parlamentar), o chamado “Cotão”.

    Operação Samaúma

    Apesar do clima de guerra dos madeireiros, a Operação Samaúma das Forças Armadas, em conjunto com as Polícias Civil e Militar, e o ICMbio, apreendeu 700 metros cúbicos de madeira na Floresta Nacional (Flona) de Jamari, em Rondônia.

    A ação fiscalizatória é coordenada pela Vice-Presidência da República com o apoio do Ministério da Defesa. Na região, os madeireiros estão armando “barricadas” para dificultar a operação militar de combate ao desmatamento e ao comércio ilegal de madeira.

    Gratidão a David

    Em seis meses de mandato na Câmara Municipal de Manaus, o vereador Jander Lobato (PTB) registrou o cumprimento de suas atividades com foco na mobilidade e inclusão social. 

    As solicitações referentes aos serviços de infraestrutura foram as maiores demandas atendidas pela Prefeitura de Manaus nos bairros das zonas Norte e Leste, com obras de pavimentação asfáltica.

    Pós-graduação Inpa

    Estão abertas as inscrições para o curso de mestrado do Programa de Pós-graduação em Agricultura no Trópico Úmido (PPG- ATU) do Inpa/MCTI. As inscrições vão até 13 de agosto e o edital pode ser acessado no endereço  Inpa/Cocap nº 20/2021.

    O Programa oferece sete vagas, com ingresso em setembro de 2021. O processo seletivo é composto por quatro fases: análise documental da inscrição, prova de conhecimento (oral), prova de suficiência em língua inglesa (oral) e análise curricular.

    Leia mais:

    Bolsonaro declara que deve vetar dinheiro para o fundo partidário

    Nunes Marques é sorteado relator de ação contra aumento do Fundão

    Omar Aziz define próximos passos da CPI da Pandemia

    Articulistas

    Comentários