Fonte: OpenWeather

    Notas de Contexto


    Paulo Guedes é 'briguento e desagregador', diz jornalista 

    O  jornalista Luis Nassif traçou o perfil do ministro da Economia

    "Ele respeita a inteligência, mas é um sujeito briguento, nunca foi agregador", disse | Foto: Malika

    Depois de chamar Paulo Guedes de “um Bolsonaro com PhD”, o jornalista Luis Nassif traçou o perfil do ministro da Economia, o chamado “posto Ipiranga” do presidente Jair Bolsonaro:

    — Ele respeita a inteligência, mas é um sujeito briguento, nunca foi agregador, em todos os lugares por onde passou, brigava com tudo mundo. Não é gestor, tem 500 ideias na cabeça e não sabe implementar nenhuma, e não tem a menor experiência em políticas públicas —, afirma.

    Exterminador

    Nassif comenta que Paulo Guedes é tratado como um “ponto de racionalidade”, o que, em sua visão, é um erro.

    — Ele quer destruir a Constituição de 1988, o Estado varguista, e não tem a menor ideia do que colocar no lugar –, detonou.

    Adora Pinochet

    Apesar das críticas ácidas, Luís Nassif define Guedes, a quem conhece desde os anos 1990, como um sujeito “pessoalmente interessante”, mas que está equivocado.

    — O Guedes não vê a realidade, ele ainda acha que o Chile do Pinochet foi o suprassumo do crescimento.

    Vitória histórica

    O senador Eduardo Braga (MDB/AM) agradeceu o apoio do Supremo Tribunal Federal (STF) à Zona Franca de Manaus (ZFM).

    — Alcançamos uma vitória histórica para o nosso Estado, que resolve, de uma vez por todas, a questão do crédito de IPI dos concentrados e, consequentemente, dos eletroeletrônicos –, disse o parlamentar.

    Floresta em pé

    Em nome do povo amazonense, o senador agradeceu ao STF por assegurar o direito de o Estado continuar desenvolvendo a Amazônia.

    — Uma região atípica, alvo de restrições ambientais e com 97% da sua floresta preservada –, acrescentou.

    A decisão garante às empresas do Polo de Componentes permanecer com o incentivo fiscal frente a outros estados que também sediam empresas do ramo.

    Chico magoou

    O vereador Chico Preto respondeu à nota da coluna, que publicou fala do parlamentar em plenário da Câmara Municipal, sugerindo à Prefeitura de Manaus investir em “publicidade na Netflix”.

    “Tesouro escondido”

    Contexto publicou que a Netflix já disse não querer publicidade em sua plataforma.

    Chico mandou ao editor a foto de um título chamado “Peru: Tesouro Escondido”.

    O que Chico parece desconhecer é que, na verdade, “Tesouro escondido” trata-se de um documentário inserido como filme comum na grade. Logo não é publicidade legal.

    Duas coisas

    A coluna concorda que produções culturais devem ser incentivadas pelo poder público para divulgar a cidade.

    Mas também reafirma que publicidade legal nos veículos locais pode coexistir, pois faz girar a economia de Manaus.

    Mesversário

    O deputado de oposição Wilker Barreto levou ao plenário da Assembleia Legislativa um bolo para comemorar 30 dias sem líder do governo na Casa. Carlinhos Bessa deixou a liderança no mês passado.

    E até agora o governador Wilson Lima (PSC) procura um parlamentar para encarar a missão.

    Está no forno

    Irônico, Wilker disse que, se o governo continuar sem líder na Assembleia, no próximo mês ele levará outro bolo.

    Gazeteiros

    A propósito, nesta quinta-feira, perto das 10h, só estavam presentes na Assembleia Dermilson Chagas, Roberto cidade, Álvaro Campêlo, Wilker Barreto, Carlinhos Bessa e Abdala Fraxe.

    Belão no “ rali”

    O deputado Belarmino Lins (PP) subiu na tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), esta semana, para informar que irá participar de uma caravana que percorrerá os 885 quilômetros de extensão da BR-319, que liga Manaus (AM) a Porto Velho (RO).

    Belão explicou que fará o percurso ao lado do governador Wilson Lima (PSC) e do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas.

    Já vi esse filme

    A participação de Belão acontece um ano e meio depois que a própria Aleam, em novembro de 2017, percorreu a mesma estrada para conhecer sua realidade.

    À época, a expedição foi coordenada pelo então presidente da Casa, deputado David Almeida (PSB).

    Agora vai

    Belão disse que, com o engajamento do ministro Tarcísio, acredita que obra poderá ser retomada após 50 anos de paralisação.

    — Acredito que, finalmente, a BR irá se abrir para o Brasil.

    Belarmino coloca fé que o ministro da Infraestrutura vai conseguir superar as barreiras burocráticas do Ibama, para que as obras sejam logo reiniciadas.

    Bolsonaro censura BB

    O presidente Jair Bolsonaro vetou uma campanha publicitária do Banco do Brasil que já estava pronta.

    A peça trazia muita diversidade, com atores jovens, negros, tatuados e uma transexual. A propaganda era voltada para o público jovem.

    EM ALTA

    Brasília ganhou no fim de semana da Páscoa uma “geladeira solidária” uma boa ideia que já começou a movimentar quem precisa e quem tem para doar. A iniciativa, que ganhou o nome de “Geladeira Solidária”, ajuda de forma regular sete famílias, cerca de 25 pessoas carentes da cidade. O projeto, que consiste em disponibilizar um local onde as pessoas possam doar alimentos e outras pegarem o que precisam. 

    EM BAIXA

    Um aumento de 384 km² de desmatamento na Amazônia Legal entre agosto de 2018 a março de 2019 em relação ao período anterior (agosto de 2017 a março de 2018). A informação é do Imazon – instituto nacional de pesquisa, sem fins lucrativos, composto por pesquisadores brasileiros –, por meio do Sistema de Alerta do Desmatamento (SAD).  O número representa um aumento de 24% na destruição das florestas nos oito primeiros meses do atual calendário do desmatamento.

    Leia mais:

    Marcos Rotta e ex-deputada Rebeca Garcia juntos na eleição 2020?

    'Não vote em mim, vote no Estado', diz campanha de Amazonino Mendes

    Notas da Contexto: Quanto custa o sonho de ser desembargador no AM?

    Comentários